Éboli detona Oswaldo: ‘Vai morrer abraçado com Seedorf’

Compartilhe:

O técnico Oswaldo de Oliveira, do Botafogo, deveria poupar o meia Clarence Seedorf, defendeu Carlos Eduardo Éboli, no “Redação SporTV”. No empate em 1 a 1 do Alvinegro com o Flamengo, pelas quartas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, no Maracanã, o jornalista acredita que o holandês deu claros sinais de fatiga, já que possui 37 anos, e está pouco eficiente com a camisa alvinegra. Segundo Éboli, será um erro do treinador continuar forçando a presença do jogador no time titular.

– O Oswaldo vai morrer abraçado com o Seedorf. É claro que o jogador tem influência positiva, liderança, capacidade técnica. Mas a fase dele é ruim, está atrelada à condição física. O Seedorf está mal, sentindo o golpe da maratona. O Botafogo pode sim jogar sem o Seedorf para poupá-lo. Tem sido assim com Juninho, no Vasco, e Paulo Baier, no Atlético-PR. O meia foi menos um em campo mais uma vez – disse.

Seedorf botafogo Amaral flamengo (Foto: Vítor Silva / SSPress)
Seedorf em ação no duelo pela Copa do Brasil (Foto: Vítor Silva / SSPress)

Éboli também criticou a análise que Oswaldo fez em relação ao primeiro tempo do duelo pela Copa do Brasil.

– O Oswaldo faz um dos melhores trabalhos no Campeonato Brasileiro, mas não pode distorcer os fatos. Chega a ser vergonhoso dizer que o Botafogo controlou a partida no primeiro tempo, que teve mais volume. Chega a ser ridículo.

O Rubro-Negro abriu o placar na primeira etapa, com gol de André Santos. O Bota conseguiu empatar no segundo tempo, em chute de Edílson que desviou em Samir e vazou a meta de Felipe.

Botafogo e Flamengo voltam a se enfrentar pelo jogo de volta das quartas da Copa do Brasil no dia 23 de outubro, no Maracanã. Com os dois jogos serão no estádio, não valerá a regra do gol fora de casa em caso de empate no confronto.



Fonte: Sportv.com
Comentários