Técnico do Botafogo na Copa Libertadores da América em 2016 e demitido no início da gestão Carlos Eduardo Pereira, em janeiro de 2015, Eduardo Hungaro está cobrando na Justiça cerca de R$ 720 mil por dívidas trabalhistas no período de quatro anos em que ficou em General Severiano, informa o site Globoesporte.com.

Advogados do Botafogo e de Hungaro tiveram a primeira audiência na última quarta-feira, e o processo pode levar meses se não houver tentativa de acordo.

Duda, como é conhecido, é amigo do ex-diretor Sidnei Loureiro, com quem trabalhou no Rodoviário de Piraí. Chegou ao Botafogo em 2010 para dirigir o sub-13 e teve rápida ascensão, passando a comandar o sub-20 já no ano seguinte. Em 2013, integrou a comissão de auxiliares do profissional e, em 2014, promovido a técnico da equipe principal, recebeu um aumento de R$ 27 mil para R$ 65 mil.

Fonte: Globoesporte.com