Depois de conquistar o primeiro título como treinador, Alberto Valentim fará, nesta quarta-feira, a sua estreia em competições internacionais na função de comandante. No primeiro jogo após o Campeonato Estadual, o Botafogo enfrenta o chileno Audax Italiano, às 19h15, no Estádio San Carlos de Apoquindo, na Região Metropolitana de Santiago, pela primeira fase da Copa Sul-Americana.

— É um clima diferente, é uma copa diferente. Até a arbitragem deixa jogar mais. Será um jogo difícil e precisamos mudar a chave. Tem a regra do gol fora de casa e vamos aproveitar para marcar aqui (no Chile) e levar uma vantagem para o Rio de Janeiro — analisou o treinador.

Além de Alberto Valentim, o lateral-direito Marcinho e o meia Renatinho são os dois, entre os prováveis titulares, que também terão a primeira experiência em uma competição internacional como atletas profissionais. A maioria dos jogadores estava no elenco do ano passado, quando o Botafogo fez boa campanha na Libertadores e foi eliminado apenas nas quartas de final.

Se estivesse em condições, Luiz Fernando também teria a oportunidade de fazer sua estreia internacional, mas ele foi vetado pelo departamento médico. O meia sofreu entorse no tornozelo direito, após entrada de Fabrício na final de domingo passado, e ficará fora cerca de três semanas. Portanto, é provável que participe do jogo de volta, no dia 9 de maio. Valentim não adiantou o substituto. O lateral-esquerdo Moisés, também com entorse, é outro desfalque. Em seu lugar entra Gilson.

Em sua última aparição na Sul-Americana, em 2012, o Botafogo caiu para o Palmeiras logo na primeira fase. As melhores participações foram em 2008 e 2009, eliminado nas quartas de final pelo Estudiantes, da Argentina, e Cerro Porteño, do Paraguai, respectivamente.

Ídolo alvinegro, Loco Abreu é reserva no Audax

Quando entrar em campo hoje, o Botafogo reconhecerá entre os jogadores de seu adversário um rosto muito conhecido: Loco Abreu. O ídolo alvinegro, contratado pelos chilenos no início da temporada, esteve em campo seis vezes, não marcou nenhuma vez e, por enquanto, vai amargando o banco de reservas. Em entrevista ao jornal chileno “Triunfo”, Abreu comentou sobre sua situação.

— É preciso fazer uma autocritica. Se sou reserva do lanterna do campeonato chileno, algo errado devo estar fazendo para não conseguir jogar — reconheceu o atacante uruguaio.

O Audax Italiano é hoje o último colocado do Campeonato Chileno e vive um momento complicado. Na rodada anterior, derrota para a Universidad de Concepción por 1 a 0. A equipe costuma a jogar no contra-ataque, sempre procurando as laterais. Além de Loco Abreu, outros jogadores merecem atenção: Ignacio Jeraldino, Sergio Santos, que é brasileiro, e Bryan Carrasco, considerado o melhor do time.

Fonte: Extra Online