A mudança de ares – mesmo que de forma compulsória por causa do fechamento do Maracanã para a Copa do Mundo – pode ser benéfica para o Botafogo. Em jogo contra o Vitória, o Alvinegro vai a Macaé para dar sequência a uma, até então, fraca campanha no Campeonato Brasileiro. A tentativa do time de Vagner Mancini é deixar os problemas na capital Rio de Janeiro para iniciar uma reação, a partir das 18h30 deste domingo.

O momento é de pressão no Botafogo, que só venceu um jogo no torneio nacional. Só que do outro lado está o Vitória, que também se vê em apuros por causa de largada decepcionante. Os dois times estão separados por apenas um ponto e lidam com a zona de rebaixamento. O Alvinegro já está na degola do Brasileirão. O Rubro-Negro baiano aposta na chegada do técnico Jorginho para evitar ter o mesmo fim.

Com apenas um jogo em Macaé nesta temporada, pelo Carioca, o Botafogo enfrenta o desafio de buscar a vitória em uma nova casa. A necessidade de viajar para jogar em casa não agrada aos jogadores, mas há confiança de uma boa exibição para espantar a má fase.

“Gostaríamos de jogar no Maracanã, ao lado da nossa torcida. Sabemos que Macaé é um pouco distante, um campo neutro. Mas temos que obedecer e fazer nosso trabalho. São jogos importantes e precisamos fazer valer nossa força. Vamos dar conta do recado”, confia o lateral esquerdo Junior Cesar.

Botafogo e Vitória foram derrotados na última rodada do Brasileiro e vão para a partida ainda mais pressionados para chegar à pausa do campeonato para a disputa do Mundial em uma melhor condição. O Alvinegro tem que esquecer desfalques de peso para chegar ao objetivo, assim como as dificuldades fora de campo por causa da crise financeira do clube.

O argentino Bolatti aponta a necessidade de recuperação imediata para o Botafogo. “Trabalhamos sempre para fazer o melhor, para que o time fique no alto, mas nem sempre acontece como imaginamos. Aqui tem homens que sabem que podem virar esta situação. É nisso que confiamos. Não podemos baixar a cabeça. A solução é trabalhar”, aponta o volante.

O Vitória, por sua vez, também tem o ânimo renovado. A chegada do técnico Jorginho faz com que o time volte a ter um comando no banco de reservas. Apesar do pouco tempo, a expetativa é que os baianos ganhem um padrão de jogo diferente com o novo comandante.

BOTAFOGO X VITÓRIA

Local: Estádio Moacyrzão, em Macaé (RJ)
Data: 25 de maio de 2014, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Marcio Eustaquio Santiago (MG) e Marcio Gleidson Correia Dias (PA)

BOTAFOGO: Renan; Edilson, Bolívar, André Bahia e Junior Cesar; Airton, Bolatti, Gabriel e Jorge Wagner; Zeballos e Emerson Sheik
Técnico: Vagner Mancini

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Alemão, Luiz Gustavo e Tarracha; Neto Coruja, Josa e Léo Costa; Marquinhos, Caio e Souza.
Técnico: Jorginho

Fonte: UOL