Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Encantado com a torcida do Bota, Wallyson diz querer fazer história no clube

0 comentários

Compartilhe

Se a torcida do Botafogo ficou encantada com a exibição do atacante Wallyson, na vitória por 4 a 0 sobre o Deportivo Quito, nesta quarta-feira, no Maracanã, quando o atacante marcou três, a reciproca é verdadeira. Dizendo estar empenhado em trilhar um caminho de sucesso em General Severiano, o atacante promete mais e já pensa no próximo compromisso.

– Vou fazer história (no Botafogo). Tenho fé nisso. Estou concentrado no objetivo de ter muitas alegrias no Botafogo. Já tinha enfrentado o Botafogo algumas vezes, havia notado que a torcida é um show à parte. A felicidade é enorme de começar uma Libertadores fazendo três gols. Foi uma noite especial para mim e para o clube. Agora temos que continuar forte o trabalho, porque na terça já temos outro jogo importante (contra o San Lorenzo, também no Maracanã) e precisamos ganhar – disse Wallyson, após o jogo, falando da emoção de fazer gol no estádio:

– Quando assinei, imaginava jogar em um Maracanã lotado como esse e fazer história. Felizmente comecei muito bem. Quero dar muitas alegrias. Espero que a semana que vem o Maracanã esteja do mesmo jeito (na partida contra o San Lorenzo).

Depois de perder por 1 a 0 para o Deportivo, em Quito, na semana passada, o Botafogo precisava vencer por dois ou mais gols de diferença para avançar à fase de grupos da Libertadores. Com o adversário catimbando muito, a apreensão no estádio era grande. Quando Wallyson abriu o placar, aos 36 do primeiro tempo, a sensação de alívio e alegria foi enorme. para o atacante, este foi o tento mais importante, já que inaugurou o caminho para a vitória.

– Acho que o primeiro foi o mais legal. Tirou um peso. Sabíamos que se fizéssemos no primeiro tempo, no segundo as chances iriam aparecer e conseguiríamos o objetivo. Voltamos do intervalo ainda mais concentrados e matamos o adversário – disse.

Após o jogo, o técnico Eduardo Hungaro disse que seria chamado de louco se não mantiver Wallyson como titular para a sequência do botafogo no estadual e na Libertadores. Apesar dos gols e do sucesso, o atacante preferiu manter a calma para falar sobre a disputa que trava com os outros atacantes do elenco por um lugar entre os titulares.

– O elenco é muito forte. O professor é quem vai decidir, mas claro que quero buscar meu espaço. Vou trabalhar com os pés no chão e respeito aos companheiros.

Comentários