A história é longa e complexa. Batalha de consórcios, engenheiros, órgãos de fiscalização… O Globoesporte.com publicou uma longa matéria sobre a disputa judicial pelos gastos extras com o Estádio Niton Santos, que teve de passar por obras de reforço estrutural após um laudo apontar riscos de colapso em caso de ventos acima de 63km/h e ficar fechado por quase dois anos.

O Botafogo, grande prejudicado na situação por ficar sem casa durante todo esse período, ainda está levantando dados para entrar com um processo contra a Prefeitura do Rio.

– Ainda estamos quantificando os prejuízos. Claro que entrar com ação contra a prefeitura quer dizer este processo leva anos e, em caso de vitória, recebemos por meio de precatórios. Mas não quero falar em valores. Ainda é muito precipitado. Mas tivemos prejuízo claro – afirmou o presidente Carlos Eduardo Pereira.

Para ler a matéria completa, basta acessar o link http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2016/02/guerra-do-engenhao-acao-milionaria-e-acusacoes-movem-disputa-judicial.html

Fonte: Redação FogãoNET