A Federação de Futebol do Espírito Santo vetou, na tarde desta segunda-feira (4), a realização do jogo entre Boavista e Botafogo no estádio Kleber Andrade no próximo dia 17, válida pela última rodada da Taça Guanabara. As negociações já estava adiantadas, inclusive com o acerto verbal entre os dois clubes cariocas, porém, o confronto estava marcado para o mesmo dia e horário do clássico estadual entre Rio Branco e Desportiva, no Engenheiro Araripe.

Segundo o presidente da FES, Gustavo Vieira, a realização das duas partidas deste porte na mesma cidade é inviável. “Aceitar o jogo do Botafogo no mesmo dia do clássico está fora de cogitação. São dois jogos grandes e que não podem ser realizados no mesmo município, no mesmo dia e horário. Em outra ocasião, em um jogo de menor porte, poderia acontecer uma negociação para mudança de data, mas a data de Rio Branco e Desportiva não pode ser alterada, o jogo será no dia 17, às 16h”.

Vale lembrar que a partidas do campeonato Carioca referentes a última rodada da competição, e por motivos de regulamento não podem ter sua data e horário alterados. Já o jogo capixaba terá transmissão da TV Gazeta, e não poderia ser transferido de horário.

Empresário tentam negociação

O empresário Edilson Lucas, da Trilha Eventos, responsável pela organização do confronto carioca, afirmou que respeita a decisão da Federação, mas disse que ainda vai tentar argumentar diretamente com os clubes, no caso o Rio Branco e a Desportiva. “Entendo o posicionamento da FES, eles devem pensar primeiro no futebol capixaba, e estão certos quanto a isso. Mas a realização desse jogo também é interessante para o Estado. Então ainda vamos tentar dialogar”, afirmou.

Fonte: Gazeta Online