Depois da euforia pela chegada de Honda, a dura e preocupante realidade. Com uma atuação ridícula e sendo facilmente dominado pelo rival, o Botafogo se despediu da Taça Guanabara do Campeonato Carioca com derrota por 3 a 0 para o Fluminense neste domingo, no Maracanã. A torcida alvinegra, que foi em pequeno número por conta da eliminação precoce, não poupou a equipe e pediu a demissão do técnico Alberto Valentim ainda no primeiro tempo.

Eliminado antes mesmo de entrar em campo, o Botafogo começou assustando na cobrança de falta de Danilo Barcelos que explodiu na trave. Porém, depois disso, só deu Fluminense. Aos nove minutos, Nenê abriu o placar com um golaço, pegando bonito de primeira. Depois, Gatito salvou em finalização de Evanilson. Antes mesmo da parada técnica, Nenê dobrou a vantagem do Flu, com um chute rasteiro: 2 a 0.

O Botafogo seguiu sem conseguir jogar e sendo facilmente envolvido pelo Fluminense. Aos 35 minutos, a equipe tricolor fez linha de passe pelo lado esquerdo e Wellington Silva completou passe de Egídio para fazer 3 a 0. O Botafogo fez o goleiro Muriel trabalhar aos 39, em chute de Pedro Raul. Mas, aos 42, o Fluminense balançou as redes novamente, com Evanilson – o lance não valeu, após marcação de impedimento.

Na etapa final, o Botafogo seguiu sendo dominado mesmo após as substituições no intervalo. Com 11 minutos, Gatito já havia trabalhado duas vezes e evitado gols tricolores. Marcos Paulo perdeu outra ótima chance aos 21. Com o resultado garantido, o clássico esfriou nos 25 minutos finais e terminou mesmo com os gols da etapa inicial: Fluminense 3 a 0.

Próximos jogos

Eliminado na Taça Guanabara, o Botafogo estreia na Taça Rio do Campeonato Carioca apenas no dia 29 de fevereiro ou 1º de março, contra o Boavista, no Estádio Nilton Santos. Antes, o Glorioso pode visitar Náutico ou Toledo pela segunda fase da Copa do Brasil – o jogo seria dia 19/2, 26/2 ou 4/3, dependendo de como a CBF distribuirá a tabela.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3 X 0 BOTAFOGO

Estádio: Maracanã
Data-Hora: 09/02/2020 – 16h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Corrêa (RJ) e Daniel do Espírito Santo Parro (RJ)
VAR: Rodrigo Carvalhães (RJ), Grazianni Maciel Rocha (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
Renda e público: R$ 498.545,00 / 12.665 pagantes / 14.096 presentes
Cartões amarelos: Igor Cássio (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Nenê 9’/1ºT (1-0), Nenê 19’/1ºT (2-0) e Wellington Silva 35’/1ºT (3-0)

FLUMINENSE: Muriel; Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique, Yuri (Fernando Pacheco 45’/2ºT) e Nenê (Paulo Henrique Ganso 33’/2ºT); Wellington Silva (Caio Paulista 23’/2ºT), Marcos Paulo e Evanilson – Técnico: Odair Hellmann.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Barrandeguy (Thiaguinho – Intervalo), Marcelo Benevenuto, Carli e Danilo Barcelos; Cícero (Igor Cássio – Intervalo), Caio Alexandre (Alex Santana 33’/2ºT) e Bruno Nazário; Warley, Luis Henrique e Pedro Raul – Técnico: Alberto Valentim.

Fonte: Redação FogãoNET