Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Série B

20/06/21 às 16:00 - Aflitos

Escudo Náutico
NAU

X

Escudo Botafogo
BOT

Série B

17/06/21 às 19:00 - Do Café

Escudo Londrina
LON

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT
Ler a crônica

Série B

13/06/21 às 16:00 - Raulino de Oliveira

Escudo Botafogo
BOT

3

X

0

Escudo Remo
REM
Ler a crônica

‘Gol 1.000’: Justiça ordena Botafogo a pagar R$ 105 mil de danos morais a Túlio

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Tendo de lidar com diversas dificuldades financeiras, o Botafogo terá mais um problema para resolver nos próximos dias. No último dia 27 de maio, o clube tomou conhecimento da decisão da 2ª turma da Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro que deliberou o pagamento de R$ 105 mil por danos morais ao ex-jogador Túlio Maravilha.

A batalha jurídica entre Botafogo e Túlio acontece pela desistência, por parte do clube, do projeto “Túlio a 1000 – Sete gols de solidariedade”, criado ainda na gestão do ex-presidente Maurício Assumpção. Os jogos serviriam para que Túlio chegasse ao milésimo gol na carreira, além de render publicidade ao Alvinegro e ao jogador.

 

A indenização que Túlio cobrava era bem maior que os R$ 105 mil que lhe foram concedidos. Na ação movida pelo jogador, o Botafogo lhe devia R$ 1,5 milhão entre direitos trabalhistas e danos morais.

Ao perceber que o projeto não seria colocado em prática pelo Botafogo, Túlio deixou o Rio e peregrinou por diversos clubes do Brasil até fazer seu milésimo gol, pelo Araxá, da segunda divisão do Campeonato Mineiro.

O Botafogo ainda pode recorrer da punição por danos morais. Em primeira instância, por exemplo, o clube a decisão foi de pagamento de R$ 150 mil, valor reduzido em segunda instância. A informação foi dada pela Coluna de Ancelmo Góis, do Globo, nesta terça.

Notícias relacionadas
Comentários