Enquanto o torcedor botafoguense convive com a apreensão de não saber quem começa a temporada com a titularidade no gol do Botafogo, Jefferson, e Gatito Fernández tem um bom motivo para fortalecerem a amizade. O mais velho na casa e favorito a largar na frente comentou que pediu ao antigo treinador, Jair Ventura, que mantivesse o paraguaio como titular na reta final da temporada, mesmo com a falha decisiva do “caçula” na derrota de 1 a 0 para o Atlético-PR, na reta final do último Brasileirão.

– Era faltando duas ou três rodadas para acabar a competição, e eu não achei justo tirar o Gatito para me colocar faltando dois ou três jogos. Não comentei isso com ele. Talvez ele podia perder a concentração faltando três jogos, e a gente precisando ir à Libertadores. Acho que ia atrapalhar o ambiente – comentou o goleiro, ao site Globoesporte.

Aos 35 anos, o goleiro que defendeu o clube em 436 oportunidades ainda sonha em disputar a Copa do Mundo de 2018. E seis meses depois, se aposentar.

– Seria um encerramento com a chave de ouro – completou

Fonte: Terra e Globoesporte.com