Jefferson: ‘Só saio se o Botafogo quiser e precisar’

Compartilhe:

Mesmo sem jogar, Jefferson ganhou ainda mais valor de mercado depois de sua participação na conquista da Copa das Confederações. Ele foi um dos três goleiros convocados para a competição, ficou no banco e voltou ao Botafogo nesta segunda-feira consciente de que vem sendo alvo de sondagens de clubes europeus, como Roma, da Itália, e Machester United. No entanto, ainda não houve uma proposta oficial pelo jogador.

O Botafogo aguarda, assim como seus representantes. Na Itália, o empresário Alessandro Alberti vem sendo o contato principal para negociações. Um dos entraves é o fato de Jefferson não ter passaporte comunitário. Com isso, teria que entrar na lista de estrangeiros, limitando a contratação de outros reforços.

– Fico feliz pela procura. As manifestações aconteceram pelo ótimo trabalho que venho fazendo no Botafogo. Muito jogadores queriam estar no Botafogo. Na seleção brasileira, é um clube respeitado pelo qual muitos torcem – disse o goleiro.

Por enquanto, Jefferson segue com o discurso de que só aceita sair do Botafogo se a proposta for boa e tiver a chance de continuar jogando. Assim, acredita que terá mais oportunidades de se manter no grupo de convocados para a disputa da Copa do Mundo de 2014.

– Muitos jogadores visam o lado financeiro e outros, o profissional. Estou muito feliz aqui, pela minha valorização e não penso em nada além do lado profissional e na Copa do Mundo de 2014. Se for para sair, tem que ser uma equipe do mesmo patamar para cima. Só saio se o Botafogo quiser e precisar por questão de caixa – comentou.

Mesmo depois de ficar a serviço da seleção brasileira por mais de um mês, Jefferson estará em campo quarta-feira para enfrentar o Figueirense, pela terceira fase da Copa do Brasil, em Volta Redonda. Domingo, em Recife, o time joga com o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários