O sorridente Jobson está de volta ao Botafogo. Depois de ser crucificado pelo pênalti perdido contra o Figueirense pela 35ª rodada do Brasileirão na derrota que praticamente sacramentou o rebaixamento, o atacante reencontrou a felicidade e o bom futebol. Isso entre puxões de orelha e elogios do técnico René Simões, que o dispensou do Bahia em 2011 por indisciplina.

No início da pré-temporada, existia uma incógnita com relação a Jobson. Será que ele voltaria magoado pelo ocorrido no ano anterior? E a relação com um técnico que já o dispensou, poderia ser boa? Nos primeiros, ele nem foi testado no time titular.

A dedicação do atacante que salvou o Alvinegro do rebaixamento em 2009 encheu os olhos de René. A mudança no comportamento também chamou a atenção e ele acabou furando a fila, se tornando o primeiro reserva do setor ofensivo. Apesar de avisar que Jobson não teria uma atenção especial, o técnico costuma exigir muito dele durante as atividades. Da mesma maneira que dá broncas aos gritos, o elogia em alto e bom som.

O atacante é um dos responsáveis pelo ambiente de descontração que foi criado no clube depois da chegada dos novos reforços. Carismático, ele já cativou a todos e fez com que percebessem da sua importância para o time.

“O Jobson é um cara que contagia o grupo, está sempre dando risada, colocando música para a gente dançar no vestiário. Ele está mostrando o potencial que sempre teve e vai nos dar muita alegria”, disse Rodrigo Pimpão, “adversário” na briga por vaga no ataque, mas um dos mais próximos de Jobson fora de campo.

O atacante de 26 anos ainda não concedeu entrevista coletiva neste ano, mas, como sempre descontraído, já projeta uma para segunda-feira após a estreia no Carioca contra o Boavista. “Vou falar depois do jogo. Vou ‘brocar’ três (fazer três gols)”, afirmou, confiante.

Pimpão comemora ganho de massa

Conhecido pela velocidade e leveza, Rodrigo Pimpão está mais preparado para receber trancos dos zagueiros adversários. O atacante ganhou massa muscular em menos de um mês de treinamentos e está cada vez mais admirado com a atenção que tem recebido da comissão técnica do clube.

“O Botafogo está dando um suporte para a gente que estou impressionado. Estão me ajudando muito. Desde que cheguei aqui, ganhei três quilos. Uma coisa que me surpreendeu muito. Espero começar o Carioca bem, ainda não 100%, mas pegando ritmo de jogo para render o meu melhor”, disse Pimpão.

Fonte: O Dia Online