O volante Lucas Zen, do Botafogo, entrou na justiça contra o clube, mas dessa vez o motivo é curioso. Diferente dos jogadores que deixaram o clube por salários atrasados, o volante cobra dinheiro para o clube comprá-lo. É assim: a ação de Lucas quer R$ 800 mil do Botafogo para que o próprio Botafogo compre 25% de seus direitos econômicos, devido a um acordo realizado pela antiga gestão do presidente Maurício Assumpção.

Atualmente, o Bota tem 75% dos direitos do volante. Os advogados do atleta já tentaram penhora da verba dos direitos de transmissão de televisão, mas o departamento jurídico do Bota anulou essa tentativa.

Lucas Zen está afastado do elenco principal do Botafogo e não é aproveitado por René Simões. Ele é revelado no próprio clube e vem treinando com o “grupo 2”, de atletas não aproveitados por René.

“Conseguimos no Tribunal de Justiça uma decisão que impediu que fosse feita a retenção dos valores que recebemos pelos direitos de transmissão de televisão, considerando que a finalidade dessa verba é pagar os salários. Essa receita, depositada diretamente em juízo, não pode mais ser utilizada para pagar dívidas, o que dá certa tranquilidade para o Botafogo conseguir sobreviver até conseguir novos recursos e sair do sufoco financeiro”, explicou oo vice jurídico do Botafogo, Domingos Fleury.

NOTA DA REDAÇÃO FN: segundo o site “Globoesporte.com”, Lucas Zen ganha de salários quase o dobro dos R$ 60 mil estipulados pelo clube como teto e o Botafogo negocia rescisão.

Fonte: Futnet e Globoesporte.com