Na entrevista coletiva após a derrota para a Chapecoense por 2 a 0 neste domingo, em Chapecó, o técnico Vagner Mancini voltou a adotar o discurso de acreditar enquando houver chances de escapar do rebaixamento, mas citou os problemas psicológicos que os jogadores do Botafogo parecem apresentar.

– A equipe vem sofrendo muito na hora que toma um gol, dá a impressão de que o emocional tira tudo. Como homens temos que segurar essa barra até o final do campeonato. Em determinados momentos, a equipe cai de mais, não se vê força física, organização tática, os atletas entram numa faixa de pênico que gera uma sequência de coisas que o torcedor não gosta de ver – disse, acrescentando:

– Temos que entender que não há falta de esforço, todos tentam fazer o máximo, mas temos que seguir lutando, o futebol também é feito de surpresas, vamos brigar pelos seis pontos que restam. O que nos resta é lutar, lutar com dignidade até o último minuto do último jogo para mudar essa situação, que agora parece ser inevitável.

Fonte: Redação FogãoNET