Na noite desta segunda-feira, por meio de nota em seu site oficial, o Botafogo anunciou que Antônio Carlos Mantuano renunciou ao cargo de Vice-Presidente de Futebol do clube.

O ex-dirigente do Glorioso está suspenso por 30 dias devido a tentativa de agressão ao técnico Argel Fucks e por tentativa de agressão ao atleta Yago, do Figueirense, em partida válida pela Copa do Brasil. O clube espera anunciar o novo vice-presidente em breve.

Procurado pela reportagem da Super Rádio Tupi, Mantuano falou oficialmente sobre sua renúncia, afirmando que sentiu-se traído pela atual gestão do Glorioso. Confira, na íntegra, as palavras ditas pelo dirigente em exclusiva à Tupi.

“Eu quero deixar bem claro que minha decisão de ter renunciado ao cargo deve-se principalmente à falta de transparência, que foi tão pregada, e a falta de recursos para você manter o futebol funcionando corretamente. Estamos no mês de agosto e não tivemos patrocínios, somente pontuais. Isso é incompetência.

Além disso, mais uma vez, me senti usado nas eleições. Eu, Mantuano, e meu grupo fomos os fieis da balança na eleição do senhor Carlos Eduardo Pereira. Me senti traído e apunhalado pelas costas.

Outra decepção foi o acontecido no jogo contra o Figueirense. O clube foi incapaz de emitir uma nota oficial esclarecendo o que aconteceu. Fui julgado pelo STJD, onde foi absolvido de agressão de jogador, porque não houve isso.

Enfim, já que de repente eu poderia estar atrapalhando o futebol, resolvi sair. E saio com a cabeça erguida, porque no Botafogo eu entro e saio com a cabeça erguida. Eu brigo pelos interesses do Botafogo. Mas, infelizmente, aconteceu isso. Então preferi sair agora, aproveitando que meu trabalho à frente do futebol foi excelente. Contratamos, no início do ano, 15 jogadores, montamos um elenco que, para muitos desacreditados, foi campeão da Taça Guanabara, vice-campeão estadual e estamos em quarto na Série B. Poderíamos estar em uma posição melhor, mas, coincidentemente, a partir do instante em que fui suspenso, o time teve uma queda.

Agora, vamos torcer para que, amanhã, o Botafogo reconquiste a liderança. Infelizmente, é o que eu tenho para falar. Qualquer situação, se for necessário, se quiserem uma coletiva comigo, ou com o presidente, estou à disposição para tentarmos dialogar. Simplesmente não concordei com a forma com a qual o Botafogo está sendo administrado. Até porque foi criado um cargo de vice-presidente executivo (Luis Fernando, no domingo ao clube) onde, na minha opinião, este senhor é um paraquedista que chegou ao clube. Realmente, fica muito difícil”, disse Mantuano.

Fonte: Site da Rádio Tupi