Depois que um torcedor morreu e oito ficaram feridos no entorno do Engenhão, no jogo entre Botafogo e Flamengo, no último domingo, o Ministério Público Estadual decidiu pedir que todos os clássicos do futebol carioca tenham torcida única. O MP entrou com a ação na Justiça, no Juizado do Torcedor e Grandes Eventos, na tarde desta quarta-feira.

Se a Justiça aceitar a argumentação, apenas o clube mandante terá torcedores no estádio. No caso do último domingo, apenas botafoguenses estariam no Engenhão.

O promotor Rodrigo Terra também pediu a proibição de distribuição de ingressos para torcidas organizadas por clubes, pela CBF e pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro. Ele quer que entradas sejam apenas vendidas pelo normal, de face.

O Ministério Público também quer que os quatro grandes clubes do futebol do Rio de Janeiro, a Ferj e a CBF sejam obrigados a cadastrar todos os integrantes de torcidas organizadas, com identidade, CPF e outros dados. Informações seriam usadas para autorizar ou negar o acesso a estádios.

Na ação, o promotor afirma que o Brasil é o recordista mundial em mortes de torcedores por causa de brigas envolvendo organizadas.

Em São Paulo, proibição foi definida já para a temporada de 2017.

Fonte: Rádio CBN