Ex-presidente do Botafogo, Carlos Augusto Montenegro voltou a criticar o atual mandatário, Mauricio Assumpção, durante evento do candidato à presidência da Chapa Azul, Thiago Alvim. Ele não crê na permanência na Série A e vai além.

– Acho que o Botafogo, do jeito que o Maurício está deixando, está mais para Série C do que voltar para Série A. O Maurício conseguiu, neste último ano, com os amigos dele da praia, implodir o Botafogo – disse ao site “Globoesporte.com”.

– O Flamengo, independentemente de não cair, é um time horroroso. Estão priorizando pagar a dívida, até acho que com razão. Mas mesmo pagando dívida, não precisa contratar tanta gente ruim. O Vasco está mais na Série B que na Série A. O Fluminense caiu ano passado e o Botafogo está caindo agora. A situação do Botafogo é tão lastimável que não tem nem dinheiro para contratar os advogados do Fluminense. O ideal era contratar os advogados do Fluminense. Era a nossa única chance. Já que não tem Portuguesa, tem de contratar os advogados do Fluminense. Mas o Botafogo não tem esse dinheiro. Não tem dinheiro para nada. Meu medo, hoje em dia, é começar a Série B com menos seis pontos por causa do caso Elkeson – afirmou.

Montenegro até hoje não entende a demissão de Emerson, Edílson, Bolívar e Julio Cesar. Ele revelou que Sheik e Edílson jogarão no Corinthians em 2015.

– Ele decretou a queda para a Série B quando mandou os quatro jogadores embora. Desses, dois vão disputar Libertadores ano que vem, o Emerson e o Edilson, pelo Corinthians. Aí você vê o quilate dos jogadores que foram mandados embora. Até hoje, não sei qual foi o motivo que ele mandou os quatro embora. Tem gente que diz que foi uma festa, tem gente que diz que foi deboche, tem gente que diz que é irresponsabilidade, mas tudo isso é esquisito – suspeita.

Fonte: Globoesporte.com