O presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej, concedeu nesta quarta-feira longa entrevista para a Rádio Brasil. O mandatário explicou diversos assuntos, como a exoneração do vice-presidente de futebol, Gustavo Noronha, e garantiu que o clube não será rebaixado no Campeonato Brasileiro.

Mufarrej afirmou também que pretende regularizar os atrasos salariais dos jogadores em breve.

Leia abaixo:

SAÍDA DE GUSTAVO NORONHA

– Essa decisão é natural. Chegou a um ponto que a gente precisa dar uma movimentação. Eu agradeço ao Gustavo que esteve aqui comigo desde a diretoria jurídica do futebol e agora como vice de futebol. Foi um grande vice-presidente de futebol, ajudou muito. Tenho certeza que vai continuar ajudando, temos uma relação de amizade muito forte com a família e com ele. Só tenho a agradecer ao empenho que ele teve e tenho certeza que ele fez o melhor para o Botafogo. É um botafoguense que temos que olhar como exemplo.

QUEM ASSUME A VP DE FUTEBOL

– O presidente sempre acumula funções do futebol, estava altamente alinhado com o Gustavo, e também estou envolvido nas outras atividades do Botafogo. Com relação ao futuro, ainda não há uma decisão no momento. Se eu já acumulava, continuo acumulando. Sempre deixando claro que estive alinhado com o vice-presidente de futebol. Se vier uma pessoa interinamente, até porque para nomear efetivamente é necessário passar pelo Conselho, vai exercer. O departamento de futebol continua funcionando. Temos o Anderson Barros, o (Alberto) Valentim, os jogadores, altamente profissionais, fisiologia, médicos, motoristas, seguranças, massagistas, roupeiros… todos profissionais e lutam pelo engrandecimento do Botafogo, espero não ter esquecido de ninguém.

CONFIANÇA EM FICAR NA SÉRIE A

– O momento é realmente difícil, mas tenho certeza que vamos superar. Vamos permanecer na Série A. Aproveito e quero convocar a torcida para nos ajudar, é um jogo importante contra o líder do Brasileiro (quinta, contra o Flamengo), mas tenho certeza que vamos fazer um bom jogo. A torcida incentivar nesse final de campeonato é muito importante. São cinco jogos em casa, conto com a torcida. Não é a hora de achar que tem largar a equipe, tem que incentivar o futebol do Botafogo. O clube está em processo de virar empresa, que vai trazer bons frutos.

CLUBE-EMPRESA

– Temos reunião toda semana, estamos evoluindo. Estamos até um pouco atrasados, mas estamos recuperando esse tempo. A reunião era ontem pedi para transferir e vai ser hoje.

DIVISÃO DE TORCIDA

– Estamos cumprindo o regulamento. 90/10 para quem é o mandante, é o que o regulamento determina, é como fizemos ano passado e esse ano.

SALÁRIOS ATRASADOS

– Estamos trabalhando para a regularização dos salários. Isso já vem desde o início desse problema financeiro que temos, pelas penhoras que convivemos, lamentavelmente. Mas estamos trabalhando para colocar tudo em dia. Os jogadores sabem muito bem disso, são profissionais e tenho certeza que estão compreendendo a situação momentânea do clube. Não me preocupa (possibilidades de rescisões) porque tenho certeza que os jogadores não vão fazer nada com relação a isso, porque são profissionais que sabem do nosso momento. Tenho certeza que vamos regularizar nos próximos dias.

FIM DO PROTESTO DOS JOGADORES CONTRA PATROCINADORES

– Não participei, soube que tomaram essa decisão e achei muito bom. Patrocinador precisa ser exposto para efetivamente nos ajudar a sair desse problema e dos salários atrasados.

BOTAFOGO X FLAMENGO

– É um jogo muito difícil, vamos jogar contra o líder do Campeonato Brasileiro, que vem demonstrando por que está na liderança. Tenho muita fé nos jogadores, profissionais que são, que vão lutar para termos um ótimo resultado.

Fonte: Redação FogãoNET e Rádio Brasil