Oswaldo elogia grupo e torcedores: ‘5ª foi lindo demais’

Compartilhe:

Há 18 meses no Botafogo — é sua maior sequência no Brasil— Oswaldo só tem elogios para os jogadores.

— As pessoas falam muito do Seedorf, e ele realmente é sensacional, dentro e fora do campo. Mas ele tem o apoio do Jefferson, do Bolívar, do Júlio César. Eles também têm papel fundamental para que todos continuem concentrados no que temos que fazer. Tem sido um orgulho trabalhar com este grupo — afirma Oswaldo.

Campeão carioca e líder do Brasileiro, o treinador ainda não conquistou todos os torcedores. Volta e meia ainda ouve uma vaia, uma crítica. Mas nada comparado ao ano passado, quando era sistematicamente xingado nos jogos no Engenhão.

A situação só começou a mudar quando o time venceu o Flamengo na semifinal da Taça Guanabara (2 a 0). Se o Botafogo tivesse empatado aquele jogo, hoje Oswaldo de Oliveira certamente não seria mais técnico do Botafogo.

— O time deslanchou depois daquela vitória. E teve ainda aquele sofrimento contra o Vasco na decisão.

Outro motivo de orgulho em sua vitoriosa carreira é trabalhar com um craque como Seedorf. Quase todos os dias Oswaldo tem um elogio a fazer ao holandês, que, por sua vez, também só tem palavras positivas para falar do chefe. O comportamento do craque, cada vez mais à vontade no Botafogo e adaptado ao futebol brasileiro, não surpreendeu Oswaldo.

— Antes de ele vir, falei com o Kaká, com o Leonardo. Só falaram coisas positivas — recorda.

Orgulho dos jogadores, que mesmo com os salários atrasados continuam honrando a camisa do Botafogo, Oswaldo já tem há um bom tempo. Na última quinta-feira, ele ganhou mais um motivo para continuar trabalhando com prazer e dedicação.

— Fiquei emocionado com o comportamento da torcida contra o Vitória. Foi lindo demais. Se tivesse sido assim contra o Flamengo, não teríamos deixado eles empatarem o jogo.

Fonte: O Globo Online

Comentários