Com o técnico recém-chegado Alberto Valentim nas tribunas e repleto de desfalques, o Botafogo não conseguiu criar uma chance sequer real de gol e foi superado pelo Palmeiras pelo placar de 1 a 0 na noite deste sábado, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. O Glorioso segue na 12ª colocação, com 30 pontos, sete acima da zona de rebaixamento, mas pode perder posições com a sequência da rodada.

Bastante desfalcado, o Botafogo não fez um primeiro tempo ruim, foi organizado, mas encontrou muitas dificuldades para chegar com perigo ao gol palmeirense. O Palmeiras, por sua vez, sempre que tinha a bola no ataque, conseguia produzir jogadas mais agudas. Numa delas, com elemento-surpresa, conseguiu abrir o placar. Aos 14 minutos, o volante Thiago Santos aproveitou um buraco que se abriu no meio, tabelou com Gustavo Scarpa, invadiu a área e chutou no canto para fazer 1 a 0.

Sem conseguir criar nada de produtivo e ainda perdendo João Paulo e Gilson logo no começo do segundo tempo com problemas físicos, o Botafogo viu o Palmeiras administrar a vantagem e só não levou mais gols por causa da atuação do goleiro Diego Cavalieri. Ele fez grandes defesas em finalizações de Marcos Rocha, aos três, Bruno Henrique, aos 18 minutos, Gustavo Scarpa, aos 32, e Henrique Dourado, aos 47.

Próximos jogos

O Botafogo volta ao Rio de Janeiro, mas para jogar na condição de visitante na próxima rodada, quarta-feira, às 21h30, no clássico contra o Vasco da Gama, em São Januário. Depois, atua no Estádio Nilton Santos, dia 21, uma segunda-feira, às 20h, para receber o CSA.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 0 BOTAFOGO

Estádio: Pacaembu
Data/Hora: 12/10/2019 – 21h
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno (RS)
VAR: Jean Pierre Gonçalves (RS), Vinicius Gomes (RS) e Michael Stanislau (RS)
Renda e público: R$ 578.605,00 / 19.028 pagantes / 21.010 presentes
Cartões amarelos: Luan e Thiago Santos (PAL); Fernando e Carli (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Thiago Santos 14’/1°T (1-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Marcos Rocha, Luan, Victor Hugo e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Matheus Fernandes 36’/2ºT), Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Dudu, Deyverson (Henrique Dourado 24’/2°T) e Zé Rafael (Lucas Lima 30’/2°T) – Técnico: Mano Menezes.

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Fernando, Carli, Gabriel e Gilson (Igor Cássio 12’/2°T); Alan Santos (Marcos Vinicius 37’/2ºT), Gustavo Bochecha e João Paulo (Yuri 4’/2°T); Leo Valencia, Vinicius Tanque e Luiz Fernando – Técnico: Bruno Lazaroni.

Fonte: Redação FogãoNET