O Botafogo está em busca de um atacante de velocidade, mas encontra dificuldade no mercado nacional. Para satisfazer o treinador, o Alvinegro já traçou um objetivo: repatriar Vitinho, sonho da diretoria desde o início da temporada. Recentemente campeão russo no CSKA, o atacante, que não tem sido muito aproveitado na equipe, não será uma negociação fácil.

Os russos estão confiantes que a fase de adaptação de Vitinho acabou nesta temporada e que o ano de 2014/15 será o da afirmação do brasileiro nas geladas terras europeias. Neste cenário, a chegada do jogador é vista com certo pessimismo pelo Botafogo, que já até tem outros nomes como alternativa.

“Nós tentamos. Conversamos com o empresário do jogador que nos representava lá na Rússia. As últimas noticias não são boas e talvez não conseguiremos trazer o jogador após a Copa do Mundo. Mas eu ainda não desisti e todos sabem do carinho que tenho pelo Vitinho e acredito que ele poderá retornar ao Botafogo com aquele futebol que o destacou pelo Alvinegro. A negociação é difícil, devido a isto o departamento de futebol já está visando um outro nome”, disse o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção.

Outro nome que agrada em cheio a diretoria do Botafogo é Renato Augusto, alternativa em caso de falha na negociação de Vitinho. O jogador revelado no Flamengo e atualmente no Corinthians chegou com status de grande contratação, mas a sequência de lesões em 2013 fez com que o apoiador fosse visto com certa desconfiança no Parque São Jorge.

A desconfiança fez o Corinthians ter atenção especial com Renato Augusto, mas até agora a resposta não ocorreu dentro de campo. Na atual temporada, o apoiador disputou apenas oito partidas sendo titular em apenas três delas. O investimento de 3,5 milhões de euros (R$ 9,38 milhões na cotação da época) parece pesar no julgamento sobre o atleta, bastante cobrado também pela torcida.

O Botafogo, no entanto, não tem e nem pretende investir dinheiro para contar com Renato Augusto. A proposta é um empréstimo para valorizar o atleta e uma nova negociação o Corinthians ter pelo menos parte do retorno financeiro feito no seu atual camisa 8.

Fonte: UOL