Destaque da Série B em 2013 pelo Sampaio Corrêa, o atacante Pimentinha chegou ao Botafogo como um importante reforço para o time. Porém, antes mesmo de atuar pelo clube, o jogador retornou para o Sampaio Corrêa. Em entrevista exclusiva com a reportagem da Super Rádio Tupi, Pimentinha explicou o motivo de sua saída tão rápida do Botafogo.

“Teve um contrato meu que demorou para chegar. Eu já estava há 30 dias no Botafogo. Tive um problema no púbis, eu precisava ser amparado por um contrato para poder fazer uma exame, que poderia ser caso de cirurgia. E fora de campo, uma conversa não foi concluída com o empresário, tanto é que consegui me desligar do São Caetano. Tudo se resolveu depois que saí do Botafogo. Acho que o Botafogo não teve tanta culpa nisso. Às vezes o empresário atrapalha muito, mas depende também do empresário e do clube que a gente está. Como era o São Caetano antes, que era dono da maioria do percentual do meu passe. O Botafogo só demorou nessa questão de contrato, isso dificultou minha estadia no Rio.”

Pimentinha não se diz arrependido pela decisão, mas espera ter outra oportunidade no clube.

“A palavra não é bem arrependimento. Nenhum jogador é burro de não querer jogar pelo Botafogo. Mas o que houve comigo foi complicado. Às vezes não precisamos falar o que acontece fora das quatro linhas. Espero que um dia eu possa voltar a jogar no Botafogo.”

Pimentinha enfrenta o Botafogo no estádio Nilton Santos, sexta(03/07), pela 10ª rodada da Série B. O atacante sabe que vai ser uma partida difícil, mas espera conseguir os três pontos fora de casa.

“Acho que o Botafogo vem mais motivado, pela derrota que teve, vão melhorar os erros que tiveram e vão jogar em casa. Vai ser muito mais difícil para gente jogar fora de casa contra uma grande equipe que é o Botafogo. Vai ser um jogo importante, temos que ficar perto do G4. Acho que vou ser bem recebido pela torcida. Não fiz parte do clube dentro de campo. O que houve foi fora de campo, acho que a torcida entendeu como as coisas aconteceram. Mas tenho um carinho grande pelo Botafogo, a torcida queria me ver jogando. Estou tranquilo, vou defender o Sampaio Corrêa, a gente sabe que a Série B é complicada.”

Apesar de ter ficado pouco tempo no clube alvinegro, Pimentinha afirmou que fez amizades com os outros jogadores do elenco.

“Tenho amigos lá, como o Tomás e Luiz Ricardo, foram os que mais convivi. Tem outros também como Sassá, Henrique e Elvis.”

O Sampaio Corrêa vem de derrota para o Santa Cruz, por 1 a 0. O atacante sabe que o time precisa se recuperar contra o Glorioso.

“Estou em um momento bom. Nessa última partida que o time não foi bem, eu joguei abaixo do esperado, mas temos que nos recuperar e ir em busca dos três pontos contra o Botafogo.”

O Alvinegro é o líder da Série B, com 20 pontos, enquanto Sampaio Corrêa ocupa a 8ª colocação, com 15. A partida entre os times será sexta (03), às 21h50, no estádio Nilton Santos.

Fonte: Site da Rádio Tupi