Carlos Eduardo Pereira, presidente do Botafogo, confirmou em entrevista ao site Lancenet! a rescisão de contrato com o atacante Bill. Segundo ele, a saída foi um desejo do jogador.

– O Bill pediu para sair. Ele recebeu uma proposta de um clube do exterior e explicou que estava com problemas particulares – afirmou o dirigente ao portal.

Bill fez gestos obscenos para a torcida do Botafogo na derrota para o Macaé no último sábado e não vinha tendo boas atuações. Segundo Pereira, esse episódio nada interferiu na saída do jogador:

– Não tem nada ver. Ele pediu desculpas. Bill vinha passando por problemas particulares.

Fonte: Lancenet!