A única certeza, por enquanto, é a permanência do técnico Ricardo Gomes. Só falta assinar o novo vínculo.

— Foram muitas viagens nas últimas semanas e ainda não conseguimos sentar para pôr tudo no papel. Mas está verbalmente acertado — disse o presidente Carlos Eduardo Pereira.

Se o técnico está certo, o time de 2016 ainda é uma incógnita. Para reduzir custos, o clube optou por assinar vínculos curtos — a maioria términa no fim do campeonato. Algumas negociações estão em andamento, como as dos atacantes Navarro e Neílton, do lateral Carleto, do meia Elvis, entre outros. Como o orçamento do ano que vem não foi fechado, a diretoria não sabe ao certo a receita que terá em mãos para oferecer aos atletas.

Negociações em aberto

Nem mesmo se haverá um teto salarial como este ano, cujo limite é R$ 50 mil mensal.

— Não decidimos como será isso. Estamos fechando as cotas de TV e aguardamos as informações do departamento de marketing sobre novos patrocinadores — explicou o dirigente, que não mostra muito otimismo em relação aos patrocínios por causa do momento econômico do país.

O autor do gol da classificação está na lista dos que têm contrato perto do fim. O atacante Ronaldo, que passou despercebido pela torcida, festejou o seu momento.

— Fiz os treinos e os jogos com o máximo de dedicação e as coisas aconteceram. É um gol que nunca mais vou esquecer. A comemoração é curta — afirmou o atacante.

Fonte: O Globo Online