O Botafogo entregou no fim da tarde desta segunda-feira ao STJD o pedido formal de impugnação da partida contra o Palmeiras, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O argumento é que houve erro de direito por parte da arbitragem na marcação do pênalti a favor do time paulista, que culminou com a derrota do Bota por 1 a 0.

Agora, o alvinegro aguarda o posicionamento do presidente da corte, Paulo César Salomão Filho, para saber se ele dará andamento ao caso. A projeção do STJD é dar uma resposta ainda esta semana, preferencialmente até quarta-feira.

⬇ Não vai ao Nilton Santos? Garanta a transmissão de Botafogo x Sol de América ao vivo por 30 dias de graça. Cadastro e cancelamento em 1 minuto! ⬇

Link ao vivo para assistir Botafogo x Sol de América pela Copa Sul-Americana

Neste primeiro momento, não há análise do mérito da questão. O que o presidente do STJD irá verificar é se o Botafogo cumpriu todos os requisitos processuais para o pedido. O Pleno do Tribunal é o órgão responsável por julgar os pedidos de impugnação.

Procedimento padrão, caso um processo seja instalado, é o pedido do STJD para que a CBF não homologue o resultado do jogo até que o caso seja encerrado.

Como prova, o Botafogo inseriu no pedido de anulação imagens que mostram a movimentação do árbitro. O vídeo leva a crer, na visão do clube, que houve autorização para o reinício do jogo antes da verificação da imagem pelo VAR – contrariando o protocolo do árbitro de vídeo.

Ao fim das contas, a revisão enxergou um pisão do zagueiro Gabriel em Deyverson dentro da área.

Fonte: O Globo Online