Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

BOTAFOGO CONSEGUE VIRADA HERÓICA NOS ACRÉSCIMOS E AVANÇA NA COPA

0 comentários

Compartilhe

CEAxBOTO Botafogo conseguiu o improvável. Com dois gols relâmpagos nos acréscimos, os cariocas bateram o Ceará por 4 a 3 e conseguiu uma virada heróica no agregado das oitavas de final da Copa do Brasil. Edilson, Yuri Mamute, Ramirez e André Bahia marcaram para os visitantes, enquanto Bill (2) e Magno Alves descontaram para os nordestinos.

Além da virada histórica, a partida foi marcada por polêmica com a arbitragem de Emerson de Almeida Ferreira, que marcou um pênalti duvidoso em Vicente e ignorou outro parecido em cima de Sheik. No intervalo, o atacante do Botafogo detonou o juiz e pediu vergonha à CBF. Na etapa complementar, outra curiosidade. Um apagão, de 22min, deixou o Castelão às escuras e atrasou o fim do duelo.

Fases do jogo: Precisando da vitória, o Botafogo partiu para o ataque e abriu o placar com Edilson, de falta, aos 14min. Daniel saiu lesionado e deu lugar a Yuri Mamute. O Ceará finalmente acordou e reagiu com Bill, aos 20min. Magno Alves, de pênalti, virou a partida e deixou os donos da casa em situação confortável. Mamute, no entanto, conseguiu compensar o pênalti cometido e marcou o de empate aos 46min.

No segundo tempo, as partidas pareciam mais lentas do que na etapa inicial. Sem muita emoção, o jogo ficou paralisado por 22 minutos após as luzes do Castelão se apagarem. O duelo recomeçou e o Botafogo cresceu em busca da classificação. O time foi para o tudo ou nada e trocou o volante Bolatti pelo atacante Tanque Ferreyra. Poucos minutos depois, Andrey saiu atrapalhado da área e Bill aproveitou para fazer o terceiro. Tudo parecia decidido, mas com dois gols nos acréscimos, os cariocas arrancaram uma virada heroica com Ramirez e André Bahia.

Melhor: André Bahia – Gigante na defesa, o zagueiro virou herói improvável após marcar um golaço nos acréscimos.

Pior: Bolatti – argentino tem sérios problemas de posicionamento. Mal na marcação, deu muito espaço ao Ceará. Além disso, não chegou como de costume ao ataque

Chave do jogo: A insistência do Botafogo. Mesmo precisando dois gols para conseguir a classificação, o time não desistiu. Aos 49min, Ramirez deixou tudo empatado e, no minuto seguinte, conseguiu o que poucos acreditavam com um golaço de André Bahia.

Para lembrar: Esse foi o primeiro de uma série de três jogos que o Botafogo não poderá contar com Jefferson em sua meta. Andrey foi escolhido pelo técnico Vagner Mancini e não teve culpa nos gols do Ceará.

CEARÁ 3 X 4 BOTAFOGO

Data: 3/9/2014 (quarta-feira)
Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Pablo Almeida da Costa (MG) e Marcio Gleidson Correia Dias (PA)
Gols: Edílson, aos 14min, Bill, aos 20min, Magno Alves, aos 28min, e Yuri Mamute aos 46min do primeiro tempo; Bill, aos 30min, Ramirez, aos 49min, e André Bahia aos 50min do segundo tempo
Cartões amarelo: Emerson Sheik, Yuri Mamute, Luiz Ramires (BOT) Samuel Xavier, Anderson, Ricardinho (CEA)

CEARÁ
Jaílson; Samuel Xavier, Alex Lima, Anderson e Vicente; João Marcos, Eduardo, Ricardinho (Michel) e Nikão (Souza); Magno Alves e Bill (Amaral)
Técnico: Sérgio Soares

BOTAFOGO
Andrey; Edílson, Bolívar, André Bahia e Jr. César (Julio César); Gabriel, Bolatti (Tanque Ferreyra), Ramirez e Daniel (Yuri Mamute); Wallyson e Emerson Sheik
Técnico: Vagner Mancini

Comentários