Não é novidade que o Botafogo enfrenta problemas financeiros. Por conta disso, a diretoria sabe que precisará fazer caixa com peças oriundas da divisão de base. O nome mais forte dentro dessa realidade é o do zagueiro Igor Rabello. Desde a temporada passada, o jogador alvinegro vem sendo observado por clubes do exterior e segue com possibilidade de saída.

Se por um lado a saída pode aliviar os cofres do Botafogo, por outro será uma baixa importante na equipe. Ciente da possibilidade de perder o titular da defesa, Felipe Conceição admitiu que há preocupação em uma possível venda nos próximos meses.

“A reposição técnica preocupa. É um atleta que vem desde o ano passado em um nível técnico muito alto de evolução. Acho que ele está evoluindo mais ainda. Noto ele mais ágil e com mais leitura, com capacidade de jogar em uma linha mais alta, o que proporciona mais dificuldade. Hoje ele e Marcelo sustentaram bem”, disse.

A multa rescisória de Igor Rabello é de 10 milhões de euros (cerca de R$ 38,8 milhões). Na temporada passada, o Botafogo recusou a oferta de 4 milhões de euros (cerca de R$ 15 milhões), feita pela Udinese, da Itália. Desde então, o atleta vinha sendo observado também por Werder Bremen-ALE e Anderlecht-BEL, mas quem surge como interessado neste momento é o Spartak Moscou-RUS.

Apesar da preocupação por parte da comissão técnica, Igor Rabello garante não ter recebido nada de forma oficial ainda. Na zona mista do Maracanã, após o empate com o Fluminense, o defensor disse que está focado no Carioca, que se sente privilegiado por ter outros clubes interessados, mas que a cabeça está no Botafogo.

Fonte: Esporte Interativo