O técnico René Simões admitiu que o Botafogo teve uma pitada de sorte na vitória sobre o Paraná por 2 a 1 nesta terça-feira, em Curitiba. Com um a menos e tomando pressão, o Glorioso conquistou os três pontos graças a um gol de fora da área de Rodrigo Pimpão, já nos acréscimos.

– De onde ele chutou, foi muita sorte. O Paraná foi muito melhor. Nosso goleiro trabalhou muito mais do que o goleiro deles, nossa zaga trabalhou muito mais do que a zaga deles, mas felizmente para nós e infelizmente para eles saímos com os três pontos – afirmou René, sem esquecer de valorizar o trabalho da comissão técnica e atletas:

– Eu acredito em trabalho. Só nisso. Acredito em fazer as coisas e na hora certa elas acontecem. Quem trabalha muito acaba sendo recompensado com algo que talvez nem merecesse, mas que vem em forma de prêmio.

Na análise do jogo, o treinador alvinegro admitiu que o Botafogo cometeu muitos erros, principalmente no segundo tempo. O Glorioso vencia por 1 a 0 e controlava o jogo até sofrer o empate, aos 40 minutos do primeiro tempo, quando Pedro Rosa cometeu um pênalti desnecessário.

– O jogo de hoje foi um grande aprendizado. Essa equipe foi montada para a Série B, mas pela grandeza do Botafogo às vezes a gente esquece o que é um campeonato como esse. O Botafogo poderia ter matado o jogo no primeiro tempo, mas nós fizemos tudo o que não é para ser feito. No segundo tempo o domínio foi do Paraná, e ali valeu o treinamento que fizemos em sala. Mostramos vídeos do último Fla-Flu e falamos como deveríamos jogar se estivéssemos com 10 ou com um a mais – disse.

Fonte: Redação FogãoNET