Além de estar muito perto de um acordo com Rogério Ceni, o São Paulo se aproxima de um acerto com o goleiro Sidão. Depois de confirmar o interesse no jogador, o clube conseguiu chegar a um acordo verbal no início da noite desta quarta com o Osasco Audax, dono dos direitos econômicos de Sidão até o fim do Campeonato Paulista de 2017. Além de uma compensação financeira, o clube Morumbi cederá três jogadores por empréstimo ao vice-campeão do Paulistão desse ano.

Nei Teixeira, diretor do Audax, explicou à reportagem que os nomes a serem envolvidos na negociação ainda não foram apontados por nenhuma das duas partes, porque ainda há pendências a serem resolvidas antes. Essa situação terá de ser definida em comum acordo. O São Paulo tem de topar liberar os atletas que interessarem ao Audax que, por outro lado, também avaliará os nomes apresentados pela diretoria do clube tricolor.

O desejo do São Paulo mexeu com a cabeça de Sidão. O jogador de 33 anos tinha conversas avançadas para ficar em definitivo no Botafogo, equipe que defende neste Campeonato Brasileiro por meio de um empréstimo até o fim da competição. A ideia botafoguense também era ceder alguns atletas ao time Audax, mas sem desembolsar qualquer quantia financeira, para concretizar a compra. A entrada do São Paulo, no entanto, mudou tudo.

A escolha do São Paulo em apostar em Sidão não surgiu apenas pelas frequentes falhas de Denis ou só pela boa fase de Sidão debaixo das traves. O fato do goleiro trabalhar bem com os pés, uma das maiores características de Rogério Ceni em sua carreira, é um fator preponderante.

As negociações seguirão pelos próximos dias. Como o Botafogo está disputando uma vaga para a próxima Libertadores da América e o Audax, representado pelo Oeste, ainda luta para não ser rebaixado à Série C do nacional, a decisão só deve sair na próxima semana. Mas, se não acontecer nenhuma anormalidade, é apenas questão de tempo o goleiro assinar contrato com o São Paulo e frustrar a ideia dos cariocas.

Fonte: ESPN.com.br