Outrora confirmado, o meia Marcos Vinicius ainda não tem acordo para retornar ao Botafogo. O Glorioso só aceita que a Chapecoense o devolva se o clube catarinense pagar pelo menos três dos seis meses de salário do contrato que iria até dezembro. A informação é do repórter Fred Gomes, do Globoesporte.com.

Quando o Botafogo emprestou Marcos Vinicius para a Chapecoense, em março, o Alvinegro ficou de pagar de março até junho e os vencimentos de julho a dezembro ficariam a cargo dos catarinenses. Na semana passada, o vice de futebol do Botafogo, Gustavo Noronha, chegou a dar a volta do meia como certa.

– Marcos Vinícius está voltando, nós fizemos um acordo com a Chapecoense em relação ao que faltava do contrato. Eles vão pagar três dos cinco meses e nós vamos quitar dois. Vamos recuperar o jogador – afirmou Noronha, na ocasião, ao programa “Os Donos da Bola”, da TV Bandeirantes.

Marcos Vinicius jogou apenas 14 minutos pela Chapecoense e não está nos planos da equipe catarinense para a sequência do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Twitter do repórter Fred Gomes, do Globoesporte.com