As eleições do Botafogo podem ter dado um passo importante nesta sexta-feira. O empresário Durcésio Mello conta com o apoio do atual presidente Maurício Assumpção para concorrer nas próximas eleições, em novembro. O nome agrada a várias correntes políticas no clube, que podem se unir à situação e evitar a criação de alguns grupos de oposição.

O empresário esteve em um restaurante do Jockey Clube, nesta sexta, ao lado do presidente Maurício Assumpção, do ex-presidente Carlos Augusto Montenegro e do diretor executivo Sérgio Landau. Além da situação, outros alvinegros influentes estiveram presentes, como Claudio Good, Manoel Renha e Mauro Ney Palmeiro, por exemplo.

Esse grupo, inclusive, é quem tem participação decisiva na escolha dos novos presidentes desde 1995, quando Montenegro foi eleito.  O nome do empresário era estudado há algum tempo e o almoço nesta sexta-feira serviu para debater questões referentes à oficialização de sua candidatura, o que ainda não ocorreu.

Porém, se Durcésio Mello se confirmar como candidato, ele terá o apoio de Maurício Assumpção, que não poderá concorrer novamente após comandar o Botafogo entre 2009 e 2014. Além do apoio da situação, outros grupos, que pretendiam se opor à atual gestão, também deverão se unir ao empresário, formado em engenharia química na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Até esta sexta-feira, as eleições do Botafogo estavam mornas. Apenas Vinícius Assumpção, do grupo Carlito Rocha, havia oficializado a candidatura. Com o surgimento do nome de Durcésio Mello, a situação também se adianta e aguarda a formação de novos grupos de oposição. O “Grande Salto”, encabeçado pelo ex-diretor de marketing Marcelo Guimarães, também deverá formalizar a presença nas próximas semanas. José carlos Mantuano, que tem apoio de ex-jogadores do clube como Carlos Alberto Torres, Zagallo e Amarildo, também afirma que será canditado pelo Grupo “Botafogo acima de tudo”.

Fonte: UOL