Passada a derrota de 2 a 0 para o São Paulo, fora de casa, pela estreia no Campeonato Brasileiro, o Botafogo já virou a chave e começou a trabalhar de olho no confronto com o Bahia, marcado para esta quinta-feira, às 20h, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela segunda rodada da competição. O Glorioso precisar reagir para não começar a se complicar e por isso mesmo conta com um triunfo diante dos baianos. Para atingir este objetivo o técnico Eduardo Barroca conta com um reforço importante: o atacante Diego Souza, que não enfrentou o Tricolor paulista por questões contratuais.

Diego Souza já não teria condições de participar do jogo de sábado por conta de um estiramento sofrido na coxa esquerda. Na sexta-feira, porém, voltou aos treinos e recuperou o condicionamento físico para ficar à disposição para o choque contra os baianos.

Como Kieza foi negociado com o Fortaleza e Igor Cássio é considerado muito jovem, a presença de Diego Souza como centroavante é um alívio para Eduardo Barroca, que teve que centralizar Erik no comando do ataque diante do São Paulo.

Se a volta de Diego Souza é uma boa notícia, a lateral esquerdo virou um problema durante a partida contra o São Paulo. Jonathan sofreu uma entorse no joelho direito e está sendo avaliado pelo departamento médico, mas seu aproveitamento contra o Bahia foi descartado. A tendência é que Gilson, reserva imediato, seja utilizado no setor. Porém, como Barroca solicitou o retorno de Victor Lindenberg, de volta ao clube após empréstimo para o Santa Cruz-RN, é possível que este corra por fora. O jogador trabalhou com o treinador em 2016,m na conquista do Campeonato Brasileiro Sub-20 pelo Glorioso.

Nesta terça-feira o elenco do Botafogo volta a treinar na parte da tarde e o treinador deverá começar a projetar a escalação que pretende utilizar no embate com o Bahia. Na quarta-feira uma atividade à tarde fecha a preparação. Após o jogo contra o Bahia o Botafogo ainda vai fazer mais duas partidas em série no Rio de Janeiro pelo Brasileirão. No domingo recebe o Fortaleza e depois faz clássico com o Fluminense.

Fonte: Gazeta Esportiva