O início de temporada do Botafogo foi caótico. Eliminado de maneira precoce no Campeonato Carioca e na Copa do Brasil, o time inicia neste sábado a disputa do Campeonato Brasileiro sob nova direção. Zé Ricardo não resistiu aos péssimos resultados e deu lugar a Eduardo Barroca, que iniciou trabalho há dez dias e tenta surpreender.

O principal objetivo do novo treinador é fazer o Botafogo ser protagonista em seus jogos. O estilo reativo apostando nos erros dos adversários será utilizado em determinados momentos, mas não deverá ser o futebol praticado em sua essência pelo Alvinegro.

“Espero um jogo bastante equilibrado, difícil como deve ser. São Paulo tem grande equipe, grande treinador e joga em casa. Mas a gente treinou esses 10 dias para jogar e para ganhar o São Paulo. É em cima disso que a gente vai trabalhar. E é em cima disso que vamos trabalhar. Jogo difícil, mas vejo como completamente factível de ir lá e vencer o São Paulo”, disse Barroca.

“Torcida do Botafogo gosta desse tipo de jogo, historicamente os grandes times de Botafogo tinham jogadores de seleção brasileira. Está no DNA do Botafogo vencer com grandes jogadores. Relaciono muito o protagonismo à coragem, ao equilíbrio, à ofensividade. Quando falo em protagonismo, está muito mais ligado a equilíbrio disso tudo, porque naturalmente vai fazer com que a gente ataque mais, fique menos exposto e fique equilibrado para pressionar adversário”, completou o novo treinador.

Em seu primeiro jogo como profissional, Barroca tratou de evitar mistérios. Confirmou o time titular com Bochecha de primeiro volante e Erik improvisado como centroavante. O único desfalque é Alex Santana, que sentiu desconforto muscular na coxa esquerda. Isso sem contar com Diego Souza, que fica de fora por força contratual.

SÃO PAULO X BOTAFOGO

Data e hora: 27/04/2019, 16h (de Brasília)
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Guilherme Camilo e Sidmar dos Santos Meurer (MG)

São Paulo Tiago Volpi, Igor Vinicius, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê e Igor Gomes; Antony, Alexandre Pato e Everton Técnico: Cuca

Botafogo Gatito. Marcinho, Carli, Gabriel e Jonathan; Bochecha; Cícero, João Paulo, Wenderson e Pimpão; Erik Técnico: Eduardo Barroca.

Fonte: UOL