Sem René Simões, demitido na tarde desta quarta-feira, a diretoria do Botafogo já arregaçou as mangas para procurar no mercado o nome do novo substituto. Dois nomes saem na frente: Doriva, ex-Vasco, e Ricardo Drubscky, ex-Fluminense. Este último ganhou muita força dentro do clube nas últimas horas por conta de um projeto apresentado.

O planejamento foi apresentado ao presidente Carlos Eduardo Pereira e teve repercussão positiva. Drubscky aceitaria um salário inferior ao recebido no Tricolor (R$ 130 mil) e se aproximaria do valor recebido por René Simões (R$ 50 mil).

Outro ponto a favor de Drubscky é o fato de o treinador já ter trabalhado com o gerente de futebol do clube, Antônio Lopes no Atlético-PR.

Fonte: ESPN.com.br