Antes de a bola rolar para o jogo entre Botafogo e Flamengo no estádio Nilton Santos, os arredores do palco e ao longo do trajeto das torcidas para a partida se transformaram em praças de guerra. Um torcedor rubro-negro foi morto na Ilha do Governador, segundo a PM, qeu enviou nota.

“Na tarde deste sábado (10/11), policiais militares do 17º BPM (Ilha) foram acionados pare verificar uma briga entre torcedores do Flamengo e Botafogo na Rua Combu, no bairro Cacuia. No local foi constatado que a confusão já tinha terminado e que houve tiros disparados e baleados. A equipe então foi até a emergência do Hospital Municipal Evandro Freire, também na Ilha do Governador, e constatou que dois torcedores baleados haviam dado entrada naquele pronto-atendimento e que um dos feridos não havia resistido aos ferimentos. Agentes da Delegacia de Homicídios (DH-Capital) estão no local”, diz o comunicado.

Um ônibus com 60 torcedores da Fúria Jovem do Botafogo vinha na escolta da Polícia Militar na Avenida Brasil, quando o grupo avistou torcedores do Flamengo na favela Parque União.

Segundo o coronel Silvio Luiz, do Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios, o motorista foi obrigado a parar o veículo e a briga generalizada aconteceu antes da intervenção dos policiais. O ônibus chegou ao estádio destruído e diversos torcedores do Botafogo foram detidos.

Houve confusão também no estacionamento do Norte Shopping, nos arredores do estádio Nilton Santos, entre membros das duas torcidas.

*Atualizado às 19h07

Fonte: O Globo Online