O Avaí vai contar com o técnico Alberto Valentim na quinta-feira, às 19h15, na Ressacada, no jogo contra o Vasco da Gama. Só depois, irá tratar de detalhes de sua transferência para o Botafogo. E quem garante é o próprio técnico.

Em entrevista coletiva, o treinador admitiu o interesse da equipe carioca na sua contratação, mas assegurou presença no banco de reservas do clube catarinense no duelo pelo Brasileiro.

“Tem jogo amanhã (quinta), foco total no jogo contra o Vasco. Temos de nos preparar bem para esta partida. A gente ficou de conversar depois do jogo sobre algumas coisas”, disse ele.

“Todo mundo sabe e já saiu até do presidente Francisco Battistotti sobre o interesse do Botafogo para a minha volta ao clube. Estive no Rio de Janeiro, ontem, para resolver problemas particulares e coincidiu com a conversa entre o Anderson Barros (gerente de futebol do Botafogo) e o nosso presidente. Ele fez uma coisa ética, que foi avisar o presidente sobre a intenção de contar comigo”, afirmou o treinador.

O Avaí exige do Botafogo o pagamento da multa rescisória contratual, estimada em R$ 200 mil, para liberar o técnico. O Bota já disse que isso não é problema, a despeito de sua crise financeira, que tem ocasionado atrasos nos pagamentos de atletas e funcionários.

O treinador esteve no Rio de Janeiro na noite de terça-feira, retornando nesta quarta a Florianópolis para o treino do Avaí.

Valentim afirma que só viajou para participar de uma audiência judicial em processo trabalhista que ele move contra o Vasco – justamente seu adversário na provável última partida dele no comando da equipe azul e branca.

Fonte: ESPN Brasil