O árbitro Manuel Garay não foi o único peruano a “incomodar” a vida do Botafogo. Na derrota alvinegra por 2 a 1 para o Independente Del Vale, na noite de quarta-feira, pela Taça Libertadores, a atuação do árbitro peruano foi bastante contestada pelos jogadores. Para completar, duas horas depois de a delegação deixar Quito, o elenco teve de voltar para a capital equatoriana. O governo do Peru impediu que o voo fretado pelo Alvinegro sobrevoasse o espaço aéreo do país.

Após quase duas horas no ar, o comandante informou que o avião retornaria para Guayaquil, onde faria o reabastecimento da aeronave e aguardaria o traçado de uma nova rota para o Rio de Janeiro. Sendo assim, a chegada, que era prevista para as 8h desta quinta, foi adiada.

De acordo com a Gol – emprese aérea responsável pelo voo fretado – houve um problema no Peru que fez com que o voo programado para chegar às 7h30 ter previsão para aterrisar no Rio de Janeiro somente às 11h.

Mesmo com a derrota, o Botafogo segue na liderança do Grupo 2 da Libertadores, com quatro pontos. Na próxima terça-feira, é a vez do Independente Del Valle visitar o Botafogo, às 22h, no Maracanã.

Fonte: Lancenet!