Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

X

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

04/04/21 às 17:00 - Giulite Coutinho

Escudo Botafogo
BOT

1

X

1

Escudo Portuguesa
POR

Advertidos no STJD, técnico e zagueiro se livram de gancho e reforçam Botafogo

0 comentários

Compartilhe

O Botafogo terá a presença do técnico Vagner Mancini e do zagueiro Dankler na próxima rodada do Campeonato Brasileiro – em jogo contra o Goiás, às 19h30 desta quinta-feira, no Maracanã. A dupla foi julgada nesta terça-feira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta de expulsões durante derrota alvinegra para o Atlético-MG. Eles foram apenas advertidos e se livraram de suspensões.

Dankler já cumpriu suspensão automática por causa do cartão vermelho recebido no início da segunda etapa do jogo, que terminou em 1 a 0 para os mineiros. O zagueiro está improvisado na lateral direita por causa da lesão de Edilson e será titular mais uma vez contra o Goiás.

Mancini também foi advertido pelo seu comportamento após a partida. Insatisfeito com a arbitragem comandada pelo paulista Flávio Rodrigues Guerra, ele esbravejou com reclamações: “caseiro e pipoqueiro”. Apesar das ofensas, o treinador não foi suspenso.

Nesta quarta-feira, será a vez de Airton ser tema no STJD. A situação do volante é mais complicada. O jogador, com seu histórico como peso, corre risco de perder até 12 partidas pelo Alvinegro. O jogador será julgado por pisar na cabeça de Alexandre Pato, do São Paulo. A agressão física pode tirá-lo de combate até as rodadas finais do Brasileiro.

Também em situação difícil, Emerson Sheik é outro que pode ser baixa do Botafogo por longo período. O camisa 7 tem julgamento marcado para a próxima segunda-feira no STJD. O gancho pode chegar até a 18 jogos, o que representaria o fim da sua passagem pelo Botafogo – faltam 15 partidas para o fim do Brasileiro para a equipe.

O atacante foi enquadrado em três artigos: 243-F (ofensa à arbitragem), 254 (jogada violenta) e 258 (atitude reiterada de afronta e reclamação contra instituições e autoridades com claro intuito intimidatório e desrespeitoso através da mídia), todos do CBJD.

Comentários