Agente de Antônio Carlos mapeia mercado por propostas

Compartilhe:

Mesmo reserva do Botafogo, Antônio Carlos segue com mercado no Brasil. Não à toa o empresário do zagueiro, Eduardo Uram, tem mapeado o mercado em busca de uma possibilidade para que o jogador deixe o Glorioso, que pediu para não ser relacionado para o duelo desta quinta-feira, contra o Vitória, para não completar o sétimo jogo no Brasileirão, fato que o impediria de se transferir para outra equipe na Série A.

– Não falo de especulações. Na situação em que o Antônio Carlos se encontra, tendo jogado os seis jogos no Brasileirão, se ele completar o sétimo, apenas a Série B seria opção. Então, é normal  que ele tenha feito este pedido – afirmou Eduardo Uram, empresário do jogador, em entrevista por telefone ao LANCE!Net.

No Botafogo desde 2010, onde foi campeão carioca daquele ano e também em 2013, Antônio Carlos não tem proposta oficial, pelo menos é o que dizem os dirigentes do Glorioso. Entretanto, se isso ocorrer, como o jogador perdeu espaço para Bolívar e Dória, o clube não hesitaria em liberá-lo. Além disso, da Europa, pela idade (30 anos), o Botafogo acha difícil o jogador receber propostas. Outra possibilidade especulada seria de clubes do Oriente Médio, o que foi negado por Uram:

– Se ele tivesse possibilidade de ir para um clube árabe, não pediria para não ser relacionado no Campeonato Brasileiro – limitou-se a dizer Uram, sobre esta outra possibilidade. 

Em quatro temporadas, Antônio Carlos disputou 168 jogos pelo Botafogo, marcando 21 gols. A última partida dele pelo clube foi realizada no clássico contra o Flamengo, no domingo.  Segundo o regulamento do Campeonato Brasileiro, um jogador só pode defender dois clubes na competição caso não tenha feito mais que seis partidas por um deles. Ou seja, se o camisa 3 entrasse em campo nesta quinta, só poderia se transferir para um clube da segunda divisão ou para o exterior.

Fonte: Lancenet!

Comentários