O Botafogo retorna a campo nesta quarta-feira, mais precisamente às 21h30 (de Brasília), para visitar o Defensa y Justicia e brigar pelo avanço de fase na Copa Sul-Americana. O duelo na Argentina tende a ser mais encardido do que o da ida, tendo em vista que os atuais líderes do Campeonato Argentino pressionarão para reverter a vantagem dos cariocas.

Com o Alvinegro a um empate da segunda fase da competição internacional, o LANCE! lista outros fatores que podem motivar e impulsionar o time de Zé Ricardo, que venceu por 1 a 0 na ida, agora em Buenos Aires.

INVENCIBILIDADE NO MÊS

Depois de um péssimo início de temporada, que culminou na eliminação precoce da Taça Guanabara, o Botafogo virou a fase junto ao mês. Se em janeiro a equipe de Zé Ricardo não conseguiu vencer, em quatro partidas, em fevereiro, está invicta e com 100% de aproveitamento – três triunfos em três jogos. A manutenção da invencibilidade, nesta quarta, representará a classificação à segunda fase da Sul-Americana.

PELOS SALÁRIOS EM DIA

Na última sexta, o Botafogo quitou os os salários de dezembro de todo o elenco profissional, enquanto os funcionários receberam o montante referente a janeiro – conforme informado inicialmente pela Rádio Tupi. Como os vencimentos ocorrem no dia 5 de cada mês, o clube está em atraso em relação ao pagamento dos salários de janeiro dos jogadores.

A previsão para quitar esses valores é até o fim deste mês, de acordo com a diretoria, que conta com a bonificação do avanço de fase da Sul-Americana, para, assim, reunir com o pouco mais de R$ 1 milhão recebido com a vaga na Copa do Brasil e saldar o que está pendente com o plantel.

QUEBRA MAIS ESSA MARCA! 

Apesar de ter sido derrotado e não ter apresentado um bom futebol no jogo de ida, o Defensa y Justicia vive ótima fase e promete endurecer o confronto no Estádio Norberto “Tito” Tomaghello. Neste fim de semana, o time de Sebastián Beccacece venceu o Gimnasia La Plata, fora, e assumiu de maneira provisória a liderança do Campeonato Argentino.

Por falar na liga local, o Defensa está invicto no nacional. A única derrota na temporada se deu justamente para o Botafogo, no Estádio Nilton Santos. Portanto, caso o Glorioso apronte e vença novamente, alcançará mais um feito: derrubará a invencibilidade dos argentinos atuando em casa em 2018/19.

VANTAGEM SOBRE ARGENTINOS

O duelo da última quarta-feira foi o primeiro do Botafogo contra o Defensa y Justicia. Sob muita chuva, a vitória foi conquistada com gol, marcado por Erik, já no último lance da partida. O resultado aumentou a – pequena – vantagem do Botafogo diante de adversários argentinos. Ao todo, são 35 jogos, com 14 vitórias, nove empates e 12 derrotas.

A título de curiosidade, o maior “freguês” do Botafogo é o Boca Juniores. O segundo maior campeão do nosso continente foi derrotado pelo clube da Estrela Solitária em três ocasiões, contando com um empate e duas vitórias.

Fonte: Terra