Reta final de Campeonato Brasileiro é o momento de fazer contas. E, para o Botafogo, elas já foram mais simples. A chance de G-6 chegou a 95%, porém a sequência de maus resultados — quatro jogos sem vencer — fez com que ela caísse para 67%. Com a necessidade de retomar o caminho das vitórias, o técnico Jair Ventura precisará que velhas alternativas voltem a dar resultado.

Durante o melhor momento do time na competição — foram cinco vitórias seguidas em outubro —, a formação com três volantes parecia ideal. Mas uma série de desfalques e a necessidade de tornar o time mais ofensivo levaram o treinador a testar novas formações.

A alternativa mais recorrente nas últimas rodadas tem sido a utilização de Diogo Barbosa no meio-campo como um desafogo para Camilo. Mas nem o lateral-esquerdo, nem o camisa 10 vivem grande momento.

As mudanças no ataque também não têm sido bem-sucedidas, prova disso é que a equipe já não marca há quatro rodadas. O artilheiro do time na competição, Sassá, passou em branco nos últimos cinco jogos e agora virou opção no banco.

— Libertadores não é obrigação, mas é algo que a gente quer. Falaram que seríamos rebaixados, surpreendemos e fizemos uma boa campanha. A gente quer essa vaga — diz o goleiro Sidão.

Em sexto lugar, o Alvinegro é ameaçado por Corinthians, Grêmio e Chapecoense. Para se classificar à Libertadores sem depender de uma ampliação do G-6, uma vitória em casa diante da Ponte Preta, no sábado, é fundamental. O último compromisso no Brasileiro é contra o Tricolor gaúcho, em Porto Alegre.

Promoção no adeus

O acordo entre a Portuguesa e o Flamengo — que será o inquilino do Luso-Brasileiro a partir de janeiro — faz com que o jogo contra a Ponte Preta, no sábado, seja a despedida do Botafogo da Ilha do Governador. E o Alvinegro espera que o adeus seja com casa lotada. Para isso, fez uma promoção de ingressos.

As entradas para o Setor Norte, que já custaram R$ 40 neste Brasileiro, serão vendidas por R$ 20. Os torcedores pagarão R$ 30 por bilhetes para o Leste, e R$ 50, para o Oeste. Até 40% da carga poderá ser de meia-entrada.

Os sócios do clube já podiam reservar seus ingressos na terça-feira. Mas os torcedores comuns poderão comprá-los a partir das 10h desta quarta.

Os pontos de venda são General Severiano, o Caio Martins, em Niterói, o Estádio Nílton Santos, a Loja South do Nova Iguaçu Shopping e a própria Arena Botafogo.

Fonte: Extra Online