Poucos dias depois de perder o técnico Enderson Moreira, que seguiu para o Bahia, o América-MG já decidiu quem será seu novo treinador. Então diretor de futebol do clube, Ricardo Drubscky assumirá a função de comandar a equipe. A decisão já está tomada pela diretoria americana e a confirmação vai acontecer nesta quarta-feira. Mas antes de optar por Drubscky, o América-MG procurou Abel Braga e Zé Ricardo.

Por motivos distintos, os dois profissionais que ficaram sem emprego recentemente recusaram o convite feito pelo clube mineiro. Sem treinador desde sábado, quando Enderson acertou sua ida para o Bahia, a diretoria do América-MG logo iniciou o trabalho para contratar um novo técnico. Abel Braga pediu demissão no Fluminense também no sábado e foi primeiro nome consultado.

No entanto, Abel sequer abriu negociação com a equipe mineira. No contato feito com dirigentes do América, o ex-treinador do Fluminense reforçou que seu desejo é seguir fora do futebol nos próximos meses. Pelo menos até dezembro o técnico não tem vontade de voltar a trabalhar. Algo que o treinador já havia deixado claro em seu comunicado após pedir demissão no Fluminense.

Antes de recorrer a Ricardo Drubscky, o América ainda procurou por Zé Ricardo, que deixou o Vasco no começo de junho. Assim como aconteceu com Abel Braga, o treinador sequer abriu negociação. A justificativa foi o interesse de trabalhar no futebol da Arábia Saudita. O técnico revelou para dirigentes americanos que aguarda por uma oferta estrangeira nos próximos dias e, por isso, declinou do convite.

Ricardo Drubscky está no cargo de diretor de futebol do América desde outubro de 2016 e voltará a ser técnico de futebol, função que já desempenhou em diversos outros clubes, inclusive no próprio América. Entre times de base e profissional, Drubscky também treinou Atlético-MG e Cruzeiro. A última experiência na Série A do Brasileirão foi em 2015, quando dirigiu o Fluminense, mas caiu após a segunda rodada.

O desafio do novo treinador do América é manter o clube na elite do futebol nacional. O Coelho está na 13ª colocação, com 14 pontos, dois a mais do que o Bahia, que é o primeiro dos quatro integrantes da zona do rebaixamento. Nesta quarta-feira, às 11h30, o presidente Marcus Salum vai dar uma entrevista coletiva, quando confirmará a escolha por Ricardo Drubscky.

Fonte: UOL