O drama não é novidade, mas toda vez que a situação se repete ele volta à ser o tema central das pautas dos clubes. Os amistosos da seleção brasileira em setembro, nos Estados Unidos, vão deixar os times desfalcados em momento importante do Brasileiro. Os jogadores que forem convocados vão ficar fora pelo menos de duas partidas da competição, na qual a disputa pelo G4 e para sair do Z4 anda ferrenha, como é de costume em formatos de pontos corridos.

Os duelos em Miami e New Jersey acontecem nos dias 5 e 9 de setembro, contra Colômbia e Equador, o que vai impactar diretamente na décima nona e na vigésima rodada, dias 6 e 7 e 10 e 11, respectivamente. A viagem do elenco, no entanto, está marcada para o dia 31 de agosto, o que pode também acabar afetando a décima oitava rodada, ao menos no domingo, quando a maioria das equipes joga.

Ainda sem querer dar entrevistas sobre o assunto, afinal a convocação do técnico Dunga sairá apenas na próxima terça-feira, muitos dirigentes já pensam em alternativas do que vão fazer para as semanas que estarão com os clubes comprometidos. O Cruzeiro, por exemplo, nos bastidores, já comenta que pensa em pedir o adiamento dos seus jogos, o que dificilmente será aceito pela Confederação Brasileira de Futebol, que teria de atender a todos os cartolas.

Muitos também brincam que vão torcer pela não convocação de seus jogadores, pelo menos não nessa altura do campeonato. São poucos os que garantem que possuem atletas de reposição do mesmo nível para superar os possíveis desfalques.

Dos vários confrontos dos dias de amistosos há, por exemplo, Fluminense e Cruzeiro, primeiro e quarto lugar na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, jogo importante na disputa pelas primeiras posições, que dão acesso à Copa Libertadores da América. Este é só um exemplo, afinal, em pontos corridos todos os jogos são decisivos.

Vale lembrar também que as datas vão ser utilizadas também por outras seleções, o que também pode interferir no campeonato. Paolo Guerreiro, por exemplo, já é baixa certa no Corinthians, pois foi convocado pela seleção peruana nesta sexta-feira.

Mais drama

O drama não para por aí. Ainda mais para o final do campeonato, faltando dez rodadas para o fim, os clubes vão ter novo desfalque, desta vez para o Superclássico das Américas, que será na China, e para um amistoso em Singapura, que foi anunciado na última semana, nos dias 11 e 14 de outubro, respectivamente.

Nesse caso, a baixa deve ser de pelo menos dois jogos também, já que a longa viagem deve obrigar a apresentação antecipada dos atletas convocados.

Mudança

Para o calendário de 2015 a CBF decidiu preservar algumas datas Fifa, pelo menos nos jogos válidos pelas classificatórias para a Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia. Ainda assim, a alteração não satisfez a todos.

O principal motivo, além de não parar os campeonatos durante a Copa América, por exemplo, é que as competições não vão acontecer nos dias dos duelos, mas há partidas marcadas para o dia seguinte, por exemplo, o que não necessariamente garante a presença dos jogadores de volta, por causa das viagens que terão de fazer.

De acordo com pessoas que participaram da elaboração do calendário do ano que vem, a mudança tem muito mais a ver com o desejo de transmissão da dona dos direitos, a TV Globo, do que pela preocupação com o desfalque dos clubes.

Fonte: ESPN.com.br