O clima nos arredores do Engenhão para o jogo desta quarta-feira do Botafogo contra o Olimpia (PAR), pela Libertadores, não teve as cenas de violência e tumulto que mancharam o clássico do fim de semana contra o Flamengo — quando um torcedor ficou morto e sete ficaram feridos. Mas havia sinais de apreensão e certa intranquilidade.

Nas horas que antecederam a partida contra o Olimpia (PAR), ontem, quase não se encontrava mulheres e crianças nos acessos ao Engenhão. Homens com uniformes de torcidas organizadas caminhavam em grupo. A reportagem do GLOBO observou que o policiamento no lado de fora do estádio, normalmente responsabilidade do 3º Batalhão da Polícia Militar (Méier), recebeu reforços do 6º BPM (Tijuca) e do regimento de cavalaria. ao longo da noite.

De acordo com policiais ouvidos pela reportagem do GLOBO, o Grupamento Especial de Policiamento de Estádios (Gepe) estava com todo o efetivo previsto para a partida. No fim de semana, parte do efetivo teve dificuldade para deixar o quartel devido a manifestações de familiares de policiais.

Menos de uma hora antes do apito inicial, contudo, havia apenas um policial fazendo a revista de torcedores no acesso ao setor Norte, onde ficam as organizadas do Botafogo. O clube colocou seguranças particulares para auxiliarem na revista, que transcorria com alguma dificuldade, principalmente pelo alto número de torcedores que entravam em cima da hora da partida. Apesar disso, não houve sinais de confusão ou tumulto.

PÚBLICO MAIS TÍMIDO

Embora os arredores do estádio estivessem cheios de torcedores, a impressão era de menos festa do que no jogo contra o Colo Colo (CHI), quando a torcida do Botafogo esgotou sua carga de ingressos. A sensação se confirmou quando foi divulgado público presente de 29.514 presentes, bem menos que os 38.357 que haviam assistido à estreia na Libertadores.

Dentro do estádio, no entanto, a tensão despencou quando Rodrigo Pimpão abriu o placar contra o Olimpia aos 36 minutos do primeiro tempo, de bicicleta. No intervalo, torcedores encheram de pedidos de fotos o goleiro Jefferson, que está machucado e assistia ao jogo na arquibancada. A vitória deixa o Botafogo em vantagem para o jogo da volta, em Assunção, no dia 22, valendo uma vaga na fase de grupos da Libertadores.

Fonte: O Globo Online