Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Série B

13/06/21 às 16:00 - Raulino de Oliveira

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Remo
REM

Série B

05/06/21 às 21:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

2

X

0

Escudo Coritiba
CTB

Série B

28/05/21 às 21:30 - OBA

Escudo Vila Nova
VLN

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Após 3 derrotas e indisposição de Hungaro com torcida, Botafogo tem ‘decisão’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Vindo de três derrotas consecutivas na última semana e eliminado do Campeonato Carioca, o Botafogo tem uma partida decisiva contra o Independiente del Valle nesta segunda, às 22h, no Maracanã. Líder do Grupo 2 da Libertadores, com quatro pontos, o Glorioso precisa urgentemente vencer para não se complicar na tabela e, eventualmente, na classificação para a próxima fase da competição.

Isso porque, mesmo em primeiro do grupo, o Glorioso está apenas um ponto acima do Unión Española, último colocado. Em caso de nova derrota, por exemplo, o Alvinegro seria pelo menos o terceiro. Por outro lado, em caso de vitória, o time encaminha a classificação para as oitavas de final do torneio sul-americano.

O resultado positivo também é importante para acalmar os ânimos. No sábado, o técnico Eduardo Hungaro se indispôs com um grupo de torcedores na derrota sofrida diante do Boavista, por 2 a 1, em Bacaxá. Para voltar a vencer o quanto antes, o comandante alvinegro pede para os jogadores levantarem a cabeça.

– No futebol, é bom se habituar com vitórias. Mas temos de levantar a cabeça. Vou precisar desses jogadores. Eles têm valor e estão muito chateados – disse o treinador, referindo-se aos atletas que participaram da derrota no sábado.

Confiante de que a torcida vai comparecer em bom número mais uma vez na Libertadores, Hungaro fez elogios aos alvinegros que estiveram presentes nos jogos contra Deportivo Quito e San Lorenzo.

– Torcida mesmo é aquela que lotou o Maracanã. Terça eles (torcedores) vão lá empurrar o time para a classificação. Precisamos ter essa comunhão, como aconteceu contra Criciúma (em 2013), Deportivo Quito e San Lorenzo – disse.

 

Notícias relacionadas
Comentários