Recentemente, o gerente de futebol do Botafogo, Antônio Lopes, revelou ao Esporte Interativo nomes de jogadores oferecidos ao Botafogo. Dentre os citados estava Ricardinho, de 31 anos, e com passagens por Joinville, Noroeste, Bangu, Criciúma, Figueirense, Ceará e recentemente no Al-Ettifaq, clube que disputa a primeira divisão do Campeonato Saudita.

Como havia uma cláusula no contrato com o clube saudita dizendo que, caso Ricardinho sofresse uma grave lesão, o contrato poderia ser rescindido, o meia, portanto, ficou sem clube depois que se machucou e precisou operar o joelho. No último dia 26, o Esporte Interativo adiantou em primeira mão o retorno do jogador ao Ceará, onde foi bicampeão cearense em 2013 e 2014, além de ter conquistado a Copa do Nordeste de 2015.

Em entrevista ao Esporte Interativo, Ricardinho confirmou negociação com o Botafogo antes de acertar o retorno ao Ceará, mas deixou claro que quem entrou em contato foi Antônio Lopes, gerente de futebol do Alvinegro.

“Em relação ao Botafogo, agora, quando eu voltei da Arábia, o Antônio Lopes entrou em contato comigo, e eu passei a situação para o meu empresário. Antônio Lopes disse que gostaria de contar comigo. Mas não sei o que aconteceu, e a negociação acabou esfriando. Teve o interesse , sim, do Botafogo, mas não acabou concretizando. Não sei o real motivo para isso”.

Questionado sobre o interesse de outros clubes, além do Botafogo, Ricardinho revelou que times de tradição do Nordeste o sondaram, fato que o deixou muito feliz.

“Sempre tem, graças a Deus. No nordeste, por exemplo, Sport, Vitória e Bahia. São grandes clubes, que sempre me procuraram para me me sondar. Por uma situação ou outra não deu certo. Fico feliz pelo interesse, sinal que o meu trabalho está sendo reconhecido”.

Fonte: Esporte Interativo