Apesar das dificuldades, o Botafogo conseguiu seu objetivo e assumiu a liderança da Série B do Brasileiro nesta terça-feira. Depois da vitória sobre o Paraná Clube, por 2 a 1, em Curitiba, o técnico René Simões comemorou o resultado em um jogo que o time segurou a pressão do adversário no segundo tempo, principalmente depois da expulsão do volante Willian Arão.

“O jogo de hoje foi um grande aprendizado. Essa equipe foi montada para a Série B, mas pela grandeza do Botafogo às vezes a gente esquece o que é um campeonato como esse. O Botafogo poderia ter matado o jogo no primeiro tempo, mas nós fizemos tudo o que não é para ser feito. No segundo tempo o domínio foi do Paraná, e ali valeu o treinamento que fizemos em sala. Mostramos vídeos do último Fla-Flu e falamos como deveríamos jogar se estivéssemos com dez ou com um a mais”, analisou o treinador alvinegro, que evitou qualquer eurofia pelo fato de a equipe ter virado líder da competição.

“Eu não analiso tabela. Trabalho em cima de números e desempenho. Vamos pensar na tabela em 28 de novembro”.

René também explicou que já conversou com Willian Arão, que deixou o time com um homem a menos em campo depois de tomar dois cartões amarelos em sequência por reclamação com a arbitragem por causa de uma falta marcada, aos 29 minutos do segundo tempo.

‘No vestiário eu já fui falar e ele disse que não foi falta. Mas eu perguntei: ‘E daí?’. Um erro não justifica o outro. Ele é um jogador inteligente e ficou chateado porque tinha estabelecido uma meta de ficar três meses sem levar um cartão. Mas infelizmente perdeu o controle naquele momento”, afirmou.

Novo líder da Série B do Brasileiro, o Botafogo agora soma 13 pontos e volta a campo na sexta-feira, contra o Mogi Mirim, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro.

Fonte: ESPN.com.br