Novo reforço do Cruzeiro para temporada, o atacante Sassá já vestiu a camisa do clube mineiro. Após deixar o Botafogo e assinar com a Raposa, o jovem publicou uma foto com o novo uniforme e escreveu apenas “fé” para expressar o seu pensamento atual. O clube mineiro ficará com 50% dos direitos econômicos do atacante, e o restante segue com o Botafogo.

O Botafogo tinha pressa em negociar Sassá pois a partir de julho ele poderia assinar um pré-contrato e deixar o clube no ano que vem sem qualquer retorno financeiro para o Alvinegro. O contrato ia até 31 de dezembro de 2017, e as tentativas de renovação não tiveram sucesso.

Uma oferta do jogador, de R$ 5 milhões de luvas e R$ 300 mil de salários deixou os dirigentes indignados. O presidente Carlos Eduardo Pereira chegou a afirmar que a oferta era típica de quem não quer renovar e faz uma oferta irreal.

Sassá, mesmo há mais de um mês sem jogar, ainda é o artilheiro do Botafogo na temporada, com sete gols. Rodrigo Pimpão e Roger têm seis cada um.

Entretanto, o ano dele foi cheio de polêmicas, a começar por um afastamento por indisciplina no início da temporada que o tirou da pré-Libertadores. Depois de ser reintegrado e incluído na lista da fase de grupos da Libertadores, o jogador voltou a treinar separadamente devido às repetidas vezes em que chegou atrasado aos treinos.

Fonte: Extra Online