Derrotado em campo pelo América-MG, o Botafogo se mobiliza para não sofrer mais um duro golpe. Mas dessa vez no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Denunciado por conta de uma confusão com membros da comissão técnica do Cruzeiro, o técnico Alberto Valentim vai ao banco dos réus na na próxima terça-feira, quando será julgado com base no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata sobre “assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva”. Caso seja condenado, o alvinegro poderá ser suspenso e ficar longe do banco de reservas do Botafogo de um a até seis partidas do Campeonato Brasileiro.

“É ruim, a gente não quer perder o nosso comandante”, comentou o volante Rodrigo Lindoso em entrevista à “Rede Globo”.

O clima no vestiário alvinegro era de chateação após a derrota por 1 a 0 para a equipe americana. Pouquíssimos jogadores pararam para falar, mas Valentim não teve como escapar das explicações.

“A gente começou errando coisas bobas, mas depois melhoramos a posse. No segundo tempo, a gente precisava caprichar, achar a penúltima bola para finalizar, e depois tomamos um gol”, disse Valentim

Com o resultado, o Botafogo caiu para a nona colocação. Na próxima rodada, o Alvinegro joga domingo em casa diante do Vitória, às 16h.

“Vamos analisar bem, trabalhar bem na semana cheia”, pontuou o técnico do Botafogo.

Fonte: UOL