Artilheiros do Maracanã, atacantes ‘táticos’ têm reviravolta em Botafogo e Fla

Compartilhe:

Os atacantes Hernane e Rafael Marques têm histórias semelhantes em seus clubes. Ambos chegaram a ser motivo de piada nas arquibancadas, mas deram uma guinada e hoje são referência em Flamengo e Botafogo. Prova disso é que os dois, que se enfrentam neste domingo, às 18h30, no Maracanã, são os maiores artilheiros da arena carioca após a reforma. O centroavante rubro-negro leva vantagem em relação ao alvinegro: nove gols contra cinco.

Além dos gols, Hernane e Rafael Marques também conquistaram a confiança de seus treinadores pelo desempenho tático dentro de campo. Os dois fogem do esteriótipo do típico centroavante que fica parado dentro da área esperando para finalizar. Muitas vezes são visto ajudando na marcação, até mesmo no campo de defesa. Na vitória por 2 a 1 contra o Inter, o camisa 9 foi o segundo atleta que mais correu no jogo – 11 quilômetros – e saiu com cãibras.

Hernane é o artilheiro do Flamengo na temporada com 26 gols. A marca é ainda mais expressiva levando-se em consideração o fato de que o atacante foi barrado após a contratação de Marcelo Moreno, hoje banco do “brocador”, como é chamado carinhosamente pelos torcedores rubro-negros.

“Ele é um rapaz que se doa muito, de vez em quando se desgasta até por conta disso. Sempre vem fechar a marcação no meio-campo, nos ajuda muito na parte tática, entende muito isso. Teve uma câimbra no final [da vitória sobre o Inter], mas com certeza vai estar pronto. Duvido que ele, que se diz artilheiro do Maracanã, não queira jogar contra o Botafogo”, disse o técnico do Flamengo, Jayme de Almeida.

Se Hernane é o artilheiro do novo Maracanã, com 9 gols, Rafael Marques também pode comemorar. O atacante do Botafogo aparece em segundo da lista, tendo balançado as redes em cinco oportunidades. Com 18 gols, ele é o maior goleador do Alvinegro em 2013, mesmo sendo deslocado para o lado direito do meio de campo após a saída de Fellype Gabriel.

“O importante é que voltamos com a terceira colocação com a vitória sobre o Náutico. Isso dá mais confiança para o decorrer do campeonato e, lógico, para o clássico com o Flamengo. Chegar aqui e poder falar da vitória é mil vezes melhor do que dar satisfação por uma derrota. A gente estava querendo logo uma vitória. Nos últimos cinco jogos conseguimos só um ponto, e isso estava incomodando muito. Não via a hora de reencontrar a vitória. É mais importante do que qualquer gol”, afirmou Rafael Marques após o triunfo sobre o Náutico, em Pernambuco.

Botafogo e Flamengo se enfrentam neste domingo, às 18h30, no Maracanã. O Alvinegro é o terceiro colocado, com 46 pontos, e quer se consolidar ainda mais na zona de classificação para a Libertadores. Já o Rubro-negro, com 37, é o 7º e ainda sonha com a possibilidade de chegar ao G-4 – o Atlético-PR, com 45, é o último time dentro do grupo conquistando vaga na competição continental.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários